DEU NO TWITTER

O PEIDO DO BOI

* * *

O peido de um boi não é nada perto do peido de uma vaca.

Sobretudo uma vaca em particular, cevada no curral de Lula.

Os peidos que essa vaca solta aumentam fantasticamente os problemas dos gases de efeito estufa.

Aliás, estufa rima com bufa.

E bufas silenciosas, além de peidos sonoros, é uma das especialidades que a bovina petista adora soltar nos ares.

GUSTAVO GAYER

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

ALMA SOLITÁRIA – Cruz e Sousa

Ó Alma doce e triste e palpitante!
que cítaras soluçam solitárias
pelas Regiões longínquas, visionárias
do teu Sonho secreto e fascinante!

Quantas zonas de luz purificante,
quantos silêncios, quantas sombras várias
de esferas imortais, imaginárias,
falam contigo, ó Alma cativante!

que chama acende os teus faróis noturnos
e veste os teus mistérios taciturnos
dos esplendores do arco de aliança?

Por que és assim, melancolicamente,
como um arcanjo infante, adolescente,
esquecido nos vales da Esperança?!

João da Cruz e Sousa, Florianópolis-SC, (1861-1898)

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

VIOLANTE PIMENTEL – NATAL-RN

Prezado Editor Luiz Berto:

Boa tarde!

Estou lhe enviando uma recordação, mergulhada na saudade dos tempos idos e vividos.

* * *

O DESTINO DESFOLHOU…

Quando eu era menina, certa vez, estava tocando na sanfona a valsa “E o Destino Desfolhou”, a pedido de meu pai, e ouvi quando ele falou para minha mãe:

– Lia, tenho impressão que Violante vai ser diferente de todos os filhos.

Palavras fatídicas. Não sou melhor nem pior do que ninguém, mas sou um pouquinho diferente.

Preservo a memória da família, adoro fotos antigas e uma das paredes do nosso apartamento é emoldurada com fotografias ampliadas dos meus mortos queridos.

A memória é a escrita da alma. Gosto de olhar pelo retrovisor do tempo.

Sinto saudade das pessoas e dos tempos felizes, idos e vividos.

Grande abraço.

PS: Esta foto foi tirada no Ginásio “Nossa Senhora do Carmo” (Nova-Cruz-RN), depois de uma festinha do “Dia das Mães”.

R. Querida amiga e colunista:

Vou aproveitar esta sua bela e tocante recordação, neste dia de lembranças, para ouvirmos a música que você citou.

A valsa “E o destino desfolhou”, que você tocava na sanfona quando criança

Uma bela composição da autoria de Gastão Lamounier e Mário Rossi, interpretada por Silvio Caldas.

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

CEGUINHO TEIMOSO CAÇANDO GASOLINA

Comentário sobre a postagem BRASIL NÃO PODE CARREGAR A CULPA DO MUNDO PELOS PROBLEMAS AMBIENTAIS

C Eduardo:

Existe um conluio global contra o desenvolvimento do Brasil. Desde que Cabral chegou aqui os ingleses, franceses, holandeses, principalmente combinaram de não deixar esse país ter ordem e progresso.

Se não fossem essas nações, somadas com a China, Índia, Argentina, Venezuela, Cuba, Corei da Norte, o Brasil de Bolsonaro seria uma potência incomparável.

Já teríamos lançados uma expedição para colonizar Marte e muito mais.

Infelizmente as Forças Ocultas Mundiais não deixam educar os brasileiros, influenciam nas eleições para serem eleitos os piores políticos, sabotam os programas bem-acabados do Governo Bolsonaro.

Só tem uma solução e Bolsonaro está adotando esse método: isolar o Brasil do resto do mundo.

Mas, não se iludam, Bolsonaro tem razão – O que está ruim vai piorar muito.

JBF é um oásis no meio do caos.

Aqui tudo é muito bom, não tem inflação, não se fala em desemprego, o crescimento do PIB é sempre superestimado, a covid continua sendo uma gripezinha.

Aqui o Brasil continua emergente.

Até a gasolina aqui deve ser bem mais barata.

Onde fica a bomba de gasolina no JBF? Quero abastecer nesse posto.

* * *

Ceguinho Eduardo de camisa vermêia, puto de raiva com a realidade, amaldiçoando o otimismo e com bengala GPS procurando o posto de gasolina do JBF

A PALAVRA DO EDITOR

OS PRACINHAS BRASILEIROS QUE DESCANSAM NA ITÁLIA

Vi hoje pela manhã, na página da TV oficial do governo federal, uma postagem sobre a visita do presidente brasileiro à Itália.

As imagens mostravam Bolsonaro no cemitério de Pistoia, onde estão enterrados pracinhas brasileiros que lutaram na segunda guerra mundial.

Olhando as imagens e escutando a matéria, me lembrei de um texto que escrevi sobre este assunto há alguns anos e que foi postado aqui no JBF.

Quem estiver interessado e quiser reler, basta clicar aqui.

* * *

BERNARDO - DIRETO DO PINGO NOS Is

HÉLIO CRISANTO – UMA LUA, UM CAFÉ E UM BATENTE

A MORTE

A morte essa cega ingrata
É foice amolando o fio
Tristeza de quem ficou
Ausência de quem partiu
É a dor dizendo em surto
Que a vida é caminho curto
Pra quem um dia existiu

De repente a gente nasce
Abre o coração pra amar
Se perde nas ilusões
Não vê o tempo passar
Nem sabe que a morte oculta
Chega cobrando uma multa
Que ninguém pode pagar

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SYLVIA MARIA SPINELLI – VITÓRIA-ES

Caro Editor:

Publique no nosso jornal esta matéria, por favor.

Saiu na revista Veja, semana passada.

Grata.

R. O título da matéria enviada por nossa leitora é muito significativo.

Vejam só:

A esquerda que envergonha a esquerda: Nicarágua, Venezuela, Cuba

Eles estão com vergonha deles mesmo.

Quem quiser ler o texto completo, basta clicar aqui.

DEU NO TWITTER