DEU NO JORNAL

DECORAM TUDO

Agora foi a vez de Dilma afirmar à Polícia Federal que “nunca ouviu falar” na gorda conta bancária que Joesley Batista abriu para ela no exterior.

O chefe da quadrilha, que nunca sabia de nada, também “não conhecia” quem reformou de graça o seu tríplex no Guarujá e seu sítio em Atibaia.

* * *

O ex-presidiário é um excelente professor.

Os membros de sua quadrilha decoram tudo que ele fala.

DEU NO JORNAL

AUDIÊNCIA NA SEDE DO MINISTÉRIO DO POVO

Um depoimento totalmente fora do protocolo e das normas regulamentares.

E acontecida na sala de audiências que a maior autoridade do país reservou pra despachar com o cidadão comum, anônimo: a entrada do Palácio da Alvorada.

É lá que está localizado o Ministério do Povo, ao ar livre, dirigido e administrado por dezenas de milhões de ministros espalhados por todos os cantos do território nacional.

Todos os dias o Presidente lá despacha com a ralé, a mundiça, o zé povinho, a turba, os precisados, os necessitados, os abastados, os bem de vida, os afoitos, os tímidos, os tietadores, as fêmeas, os machos, os velhos, as crianças e os tiradores de retrato com o celular.

Uma manifestação tosca, rude, como diria Ceguinho Teimoso, que não segue o ritual protocolar ou as normas previstas nos manuais do cerimonial.

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

DORIA NÃO DEVERIA SE ORGULHAR DE ELOGIO DE LULA

Rodrigo Constantino

O governador de São Paulo, João Doria, ficou feliz de receber um elogio do condenado Luís Inácio Lula da Silva, a ponto de compartilhar a mensagem:

Para tudo há um limite, governador. Ou deveria haver. Nada que vem desse bandido presta, e jamais ele deve ser referência para qualquer debate sério. O governador, pelo visto, quer acenar à turma de esquerda, mostrar que está disposto ao diálogo, mas isso é um tiro no pé…

É fundamental entender que um elogio de Lula é um demérito, algo que mancha nossa reputação, que deveria nos levar a rever nossas ações. Até porque o elogio em questão é a uma atitude bem questionável e autoritária. Mas acho que uma vez tucano, sempre tucano…

No afã de isolar Bolsonaro, os “radicais de centro” se unem ao que há de pior na extrema esquerda. Compartilham mensagens do “economista” de Ciro Gomes, ou até mesmo de Lula! Recusam-se a criticar militantes de esquerda disfarçados de jornalistas, que batem panela contra o presidente. Puxam hashtags de mãos dadas a Freixo e a turma do PSOL. Perderam a mão!

A passagem de pano nas bobagens de Vera Magalhães, por exemplo, chegou a um patamar tão absurdo que para certos “conservadores” não há mais um viés geral de esquerda na imprensa brasileira. O que sempre foi óbvio para conservadores virou “pluralidade” agora, como vemos nesse comentário raso, com o perdão pelo trocadilho:

E ainda dizem que eu mudei… Uma amiga veio alertar que estou atraindo gente ruim, pois recebi “elogio” até de Olavo de Carvalho. Mas eu não fico orgulhoso disso e não compartilho. E olha que Olavo não é um criminoso responsável pela destruição do Brasil. É só um radical desbocado que criou uma espécie de seita.

Já Doria fica feliz de deixar diferenças de lado e compartilhar elogio de Lula! Do bandido Lula! Do petista que é companheiro dos piores ditadores do mundo! E, como resultado, temos apenas o silêncio no parquinho dos “radicais de centro”…

Guilherme Fiuza resumiu com perfeição a coisa:

Gente, não é hora de expor discordâncias com a ditadura comunista chinesa! Não é hora de expor discordâncias com Lula, com Freixo, com Boulos! Não é hora de apontar para o viés escancarado de militantes disfarçados de jornalistas! Não entenderam que é hora de só atacar Bolsonaro?

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

EFEMÉRIDE

Há dez anos a então “estrela” do mensalão José Dirceu arrolava ninguém mais que o então presidente da República Lula para ser sua testemunha de defesa.

Acabou condenado a quase 11 anos de cadeia.

* * *

Testemunha e réu formavam uma parelha da porra.

E continuam formando mais ainda nos dias atuais.

Corda e caçamba. 

DEU NO JORNAL

O EDITOR PEDE AJUDA

As notícias só falam da quantidade de casos e mortes pelo Covid-19.

Mas ignoram os recuperados, que já passam de 133 mil.

Dos casos ativos, 95% são leves, segundo o site de monitoramento Worldometer.

* * *

Que danado vem a ser esse tal de Worldometer???

Peço ajuda ao incansável fubânico Catador de Dados pra saber se esta nota aí de cima é verdadeira.

Também peço ajuda ao fubânico Explicador Incansável pra que me explique a razão pela qual estes números não saíram no noticiário da Globo.

Fico no aguardo.

DEU NO JORNAL