FIGURAS MACABRAS

O quadro tétrico, diabólico, assombrado e assustador aí de cima é um brinde da Editoria do JBF para seus leitores que são catimbozeiros e praticantes da magia negra.

Quem quiser fazer um despacho neste final de semana, pode utilizar qualquer uma destas horrendas figuras.

Despacho brabo, pesado, fuderoso, carregado, pra lascar a vida de qualquer tipo de fela-da-puta.

Por exemplo: uma vizinha chata, um eleitor do PSOL, um idiota que usa celular enquanto dirige ou um petista militante.

Este sexta-feira, 24 de maio, é o dia em que a Mãe de Calor-de-Figo limpa os dentes com uma escova fabricada com os pentelhos da sogra de Belzebu, a madrasta de Caralho-de-Asas come bimba de gato frita em sebo de bode, a nêga Espanta-Cacete amarra o pixaim com biliros feitos de ossos de cachorro doido, a madrasta de Cavalo-do-Cão come barro e caga tijolo pra levantar a caverna do Tinhoso, a cabôca Traça-Pica faz careta pra Tranca-Rua em cima de um pinico de loiça, a enfezada Catraia Sibita lava a priquita com o mijo da Besta Fera pra se enxugar com um pedaço da estopa de Maria Mulambo e a irmã de Pancanha cata chatos na barba do cabôco Papa-Cu.

De modo que as imagens daquelas assombrações lá de cima estão coerentes com esta sexta-feira do Cão.

Use a abuse!!!

5 Comentários

NOVOS ESCUDOS

Chegou ao conhecimento da Editoria do JBF uma informação interessante.

Esta informação diz respeito aos novos escudos que passarão a ser usados pelas Policias Militares de todos os estados, durante badernas estudantis promovidas por universitários brasileiros.

Aquelas zorras desordeiras que eufemisticamente eles chamam de “manifestação”

A esquerdalhada acadêmica, composta sobretudo de petistas, psolistas e comunistas, está apavorada com este novo equipamento.

Vejam só que coisa bárbara:

3 Comentários

O PARTIDO DAS REDAÇÕES

Ai embaixo está a manchete de primeira página de ontem, domingo, do Correiro Braziliense.

O Correio é o principal jornal de Brasília e um dos integrantes da “grande mídia” de Banânia”.

Vejam que lindo:

O POR – Partido Oposicionista das Redações, presidido pela Folha de S.Paulo, está numa atuação incansável.

Atentem bem para a frase, para o autor da frase e para o tema contido na frase.

Sarney, parceiro-irmão de Lula e antigo Donatário da Capitania do Maranhão, continua, como desde o século passado, cagando grossos tolôtes orais por baixo daquele fedorento e desmoralizado bigode.

Enfim, o pitaco do pai de Roseana é um atestado de honradez e de competência dado de mãos beijadas ao presidente Bolsonaro.

Se juntarmos isto com um comentário feito pelo lulo-petista Ceguinho Teimoso aqui no JBF, aí é que o Messias pode mesmo dormir tranquilo.

Ceguinho escreveu o seguinte:

Bolsonaro é burro, tosco, incompetente e feio.

Só faltou completar dizendo “mais burro, mais tosco, mais incompetente e mais feio do que Lula“.

Claro que não chamou de corrupto e desonesto. Claro. Lógico. Aí já seria caso pra internação em camisa de força.

Todos nós sabemos que, dependendo de quem ataca, a cacetada é um elogio, uma declaração de competência e de probidade.

Se um cabra que vive dizendo que Lula é um santo inocente e honesto, este mesmo cabra ao escrever este tipo de apreciação sobre Messias, é sinal irrefutável de que Messias é bom e tá no caminho certo.

Conclusão lógica e indesmentível.

Resumindo:

O Presidente Bolsonaro pode ficar tranquilo e continuar trabalhando normalmente, fazendo muito neguinho ficar emputiferado e babando de raiva.

O que, convenhamos, é ótimo pro Brasil e pra todos os cidadãos que prezam a honestidade e a competência.

1 Resposta

CONVERSANDO MIOLO-DE-POTE

Ontem, sábado, o dia foi cheio.

Saímos do Recife às sete da manhã e antes das nove eu já estava no estúdio da Rádio Cultura, em Palmares, minha querida terra de nascença.

Fomos os quatro: eu, Aline, Ellen, irmã de Aline, e Fábio, meu concunhado.

Dei uma entrevista ao programa “Nos Tempos do Ferroviário”, comandado pelo radialista Wilson Monteiro, este que aparece comigo na foto abaixo:

Conversei miolo-de-pote que só a porra, com intensa participação dos ouvintes.

Wilson ficou de me mandar um cópia da entrevista. 

Acabada a conversa comprida em Palmares, fui direto pra Catende, cidade irmã e vizinha, que fica a pouco mais três léguas depois da minha cidade.

Lá dei outra entrevista ao radialista Manoca Leão, líder de audiência na Rádio Farol.

E aí foi que teve miolo-de-pote e miolo-de-fossa que só a porra!!!

Duas horas de conversa mole, das dez até o meio-dia.

Era prum lado, pra outro, indo, voltando, pra cima, pra baixo, de banda, de quina, e por aí vai. Parecia palestra de bêbados. Gostei demais.

Um abraço e um agradecimento especial aos queridos amigos Coronel Reginaldo, Rubão e Walter, que fizeram a minha escolta e garantiram minha segurança, em Palmares e em Catende, no pesado assédio da multidão de milhares de fãs e admiradores que tentavam rasgar a minha roupa pra levar como lembrança.

Um trinca de amigos-irmãos arretada, um grupo de xeleléus que mora no mais fundo do meu coração.

Me aguardem que voltarei em breve para o debate no Engenho Lajedo com os alunos da Professora Isabel.


2 Comentários

EMBALO DOMINICAL

Em sua coluna publicada no último dia 12, aqui no JBF, o Poeta Jessier Quirino prestou uma homenagem à dupla Luiz Gonzaga/Sivuca.

Foi a propósito de uma antiga foto desta dupla genial, feita no Rio de Janeiro, no ano de 1954:

Assim que botei a postagem no ar, me lembrei de uma música da autoria de Glorinha Gadelha, viúva de Sivuca.

Uma composição intitulada Serena no Mar e que foi gravada pelo trio Gonzaga, Sivuca e Glorinha.

Um embalo bem gostoso para alegrar o domingo da comunidade fubânica!

Deixe o seu comentário

ORTOGRAFIA PROLETÁRIA

Esta intelequitual dos peitinhos duros aí de cima, militante petêlho-lulo-zisquerdóide, deve ser estudante de Letras da USP.

Ela com certeza está se preparando pra ser professora de Língua Portuguesa, especializada em Ortografia.

Eu queria mesmo era ver o jegue Polodoro se “mechendo” enquanto enfia a pajaraca no furico dela.

Ela iria fazer a mesma cara que está fazendo a jumenta nesta foto aí embaixo.

Polodoro enrabando uma asna petista, integrante do movimento “Lula Livre”

15 Comentários

CONVERSA PRA BOI DORMIR

Hoje de manhã, sábado, 18, estarei no programa Panorama Popular, da Rádio Farol, cidade de Catende, aqui no interior de Pernambuco.

Uma das maiores audiências da Mata Sul, Agreste, Litoral Sul e norte das Alagoas, sintonizada em mais de 42 municípios.

O programa é apresentado por Manoca Leão, um palmarense arretado.

O tarrabufado começa às 10 horas da manhã e vai até o meio dia.

Agora vejam só o exagero da vinheta que a rádio está divulgando desde o começo da semana:

Eu nem sabia que era isso tudo.

Até Historiador e Poeta!!!

Vôte!

Pra ouvir o programa, clique na imagem abaixo e fique de orelhas em pé, pois vai ter conversa mole que só a porra e muito miolo-de-fossa.

Antes de chegar em Catende, darei uma passada em Palmares, minha terra de nascença.

E lá também vou conversar besteira na Rádio Cultura, no programa Nos Tempos do Ferroviário, comandado por Wilson Monteiro, um radialista campeão de audiência naquela beirada de rio.

O programa começa às 8:15.

O Ferroviário era um clube que lá existia nos anos 60/70, palco de muitas festas, danças, namoros e tiradas de sarro.

Um recanto que a minha geração guarda no coração com muito carinho.

Hoje em dia o Ferroviário não existe mais e no local só restam as saudades de um tempo que não vai se apagar nunca.

Para sintonizar a Rádio Cultura, é só clicar na imagem abaixo:

Conto com a força e a participação de todos vocês!

Agradeço antecipadamente a audiência do meus diletos leitores fubânicos.

3 Comentários

FALTA DE PAJARACA ENDOIDECE TABACUDA VERMÊIA-ISTRELADA

Não é só a falta de rola na tabaca e no furico que leva Maria da Novena a ficar louca, desesperada, descerebrada, psicótica.

Afinal, o cabra precisa ser muito doido e muito macho pra cobrir uma vaca feito essa.

Acontece que o comportamento dela, falso, fingido, mentiroso, faz parte normal do modo petista de ser, de existir, de se relacionar com os opostos e de fazer política.

O título do vídeo é este:

Sem perceber que estava sendo filmada, Maria do Rosário tenta simular agressão

Eu gostei mesmo foi do “Oxente” nordestino que se escuta no meio da discussão.

O jumento Polodoro, mascote desta gazeta escrota, está inteiramente às ordens de Dona Maria Abilolada.

Ele cura todo tipo de desespero bucetífero.

Vossa Insolência pode dispor à vontade!!!

Polodoro treinando e se exercitando pra enrabar Maria da Novena

3 Comentários

OS ZINTELEQUITUAIS ZISQUERDISTAS DO MAGISTÉRIO BANÂNICO

Tem pelo menos um coisa que se aproveita na foto abaixo.

Estou falando do pé-de-rabo que aparece do lado esquerdo.

É só uma pontinha, mas já vale a pena olhar.

Estas militantes zisquerdóides costumam ter bundas generosas e comestíveis.

Eu  “ezijo” que na próxima foto apareça o pé-de-rabo vermêio-istrelado em toda sua plenitude!!!

2 Comentários

OFENSA E ERRO

O presidente Bolsonaro, ao utilizar a expressão “idiotas úteis”, se referindo à baderna que ontem emporcalhou as ruas do país, cometeu uma grave ofensa.

Chamar aqueles babacas que não sabem multiplicar 2×3 de “idiotas” é uma ofensa gravíssima para com a comunidade dos idiotas.

Já o erro de Bolsonaro foi chamá-los de idiotas “úteis”.

Não verdade, estes analfabetos universitários são idiotas totalmente inúteis.

Não servem pra porra nenhum!!!

1 Resposta