COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem UM DOS DOIS TÁ MENTINDO

Goiano:

Respondendo a Berto:

A aprovação de Jair Messias Bolsonaro corresponde à aprovação que a direita conservadora dá a sua política quanto

1) à epidemia do Covid 19, de negação do poder destruidor do vírus, de contraposição às políticas mundiais de saúde, de contradição às verdades científicas, de imposição de suas próprias ideias e crenças, de queima de ministros contrários à não adoção do isolamento social e outras medidas de prevenção;

2) quanto à intervenção do governo comprometendo a independência de órgãos como a Polícia Federal, o Ministério da Justiça e qualquer outro, inclusive a tentativa de controlar as Forças Armadas;

3) a política ambiental, desprezando as normas de proteção ao meio ambiente em favor de objetivos pragmáticos de lucro acima de tudo;

4) a uma tendência fascista de preconceitos contra negros, índios, pobres, homossexuais e mulheres;

5) à violência, mediante a liberação de armas para que a população se defenda dos bandidos e para que a população da direita resista pela força e pelas armas a qualquer movimento contrário ao bolsonarismo;

6) ao comunismo, quanto ao petismo, quanto ao esquerdismo e contra qualquer movimento, ideia ou tendência contrários ao conservadorismo e ao idealismo patriótico batedor no peito por Deus, Pátria, Família, Liberdade e Meritocracia;

7) e assim por diante,..

… de modo que

ao início do governo, em fevereiro de 2019, Jair Messias Bolsonaro chegou ao 45% de aprovação, sofreu quedas a seguir, porque seu eleitorado não estava se vendo no espelho.

Mas, à medida que a direita vê em Jair Messias Bolsonaro a face cuspida e escarrada da direita retrógrada e reacionária, o apoio volta a crescer, ainda não chegou aos 45% de antes mas volta a tomar fogo.

Nada mais justo que os seus apoiarem os seus, o que nos dá, também, uma medida de a quantas anda o pensamento nacional: temos mais de quarenta por cento de gente que apoia o maluco.

Pois, periga continuarmos a ter esse doido por mais um tempo e continuaremos a ser uma nação de pirados.

A não ser que.

* * *

49 pensou em “UMA RESPOSTA DA PORRA!!!

  1. Pirado mesmo é quem vota…

    a) Em um vagabundo e terrorista como Boulos,

    b) Quem votou em uma desmiolada feito Dilma,

    c) Quem vota em uma despirocada feito Manuela,

    d) Quem vota em uma porrada de picaretas travestidos de sindicalistas e paladinos da justiça,

    e) Mas o ápice mesmo é quem idolatra um canalha, analfabeto mas esperto pra caramba, capaz de qualquer patifaria para se dar bem e que liderou o maior roubo da história da humanidade.

    • Eu acho que pirado mesmo é quem vota em Jair Messias Bolsonaro e acho que minha opinião tem muito fundamento nos fatos que vêm ocorrendo no governo do maluco.

  2. Pois é…..
    Goiano…….. Um mentiroso contumaz

    Que usa o nome de pessoas honradas como avalista de suas idéias e asneiras.

    Que na ansia de falar asneira, se perde na propria asneira.. .

    Enfim, um esquerdista socialista despirocado como todos….

    Adora Cuba e Venezuela mas vai passear em Paris……

    Pois é…… a famosa esquerda caviar…

    Faça o o que eu falo mas nao faça o que eu faço……

    ÇEI……

    • Arthur…….

      Acho…….. que tu não sabes

      O que significa “mentiroso”.

      E não……. tens a mensor noção do uso de …….

      reticências

      Não é a quantidade de pontinhos que se queira……………. são só três…

      Qiuanto aos teus “argumentos”……………. não passam dessa bobajada de estranhar que eu sendo esquerdista vá passear em Paris (não vou só a passeio, passo um ano lá absorvendo cultura e fazendo cursos) em vez de ir para Cuba ou Venezuela.

      Esse “argumento” bocó substitui a ausência………. de argumentos.

      Até Adônis faz essa porra e olha que ele é um cara viajado.

      Quem…………. conhece………. Paris não quer……….. ir a outro lugar!

      Çabe?……..

      • Já disse diversas vezes e torno a repetir:

        Para mim, PARIS É UMA MERDA;

        É a Disneylândia de subdesenvolvidos deslumbrados, juntamente com hordas de chineses tirando fotografias de tudo, muçulmanos nojentos cagando tudo e parisienses mal-educados e grosseiros em toda parte.

        Tenho milhares de lugares mais interessantes para visitar.

        Para completar, logo se transformará numa República Socialista Muçulmana.

        Faça bom proveito!

  3. Goiano tem todo o direito de se manifestar sem receber comentários agressivos.

    Posso discordar ou não dele, mas não o faço com grosserias.

    Por vezes acho que o Berto reproduz comentários apenas para alimentar as feras. Não acho correto, ponto final.

    BTW, concordo com ALGUNS dos itens listados, não todos. É meu direito e dele não abro mão.

    • Também acho! Quem não concorda, que contraargumente de maneira inteligente (ou, sei lá, mais ou menos inteligente) partir para a discussão sem argumentos e soltando a cachorrada, significa perder antes de começar!

    • Também concordo que o Berto reproduz o comentário abestalhado do goiano. Não é possível que não tenha outros fubanicos mesmo idiota do que o goiano fazendo comentário. Podia nos poupar desta dose dupla de goianice. Resta eu concordar com o Gilmar …goiano VTNODSC

  4. A questão das armas, por exemplo, os esquerdistas também vão poder comprar. Direita e esquerda armadas e bala pra todo o lado! Eita mundo velho sem porteira!!!

    • Bem observado, Sérgio Rieffel, juro que mesmo sendo tão evidente eu não tinha pensado nisso.
      Embora, porém, contudo, existe um fator psicológico, e falo de um conhecimento de minha área de atuação profissional:
      – O fato de o poder dominante estar armado, inibe tentativas de reação, mesmo que o dominado também disponha de armas.
      Mas considero bem colocada tua observação, em termos objetivos e práticos.

      • O interessante é que nunca tive intenção de comprar uma arma, embora já tenha sido armeiro e dado muito tiro na vida! Gosto, no entanto, de pensar que se eu quisesse teria o direito e poderia adquiri-la, sem a imensa burocracia que torna dificílimo fazê-lo.

        • Sérgio, não tem mais burocracia, é só atender ao seguinte para adquirir uma arma de fogo:
          – Pré-requisitos:
          Ter, no mínimo, 25 anos de idade.
          • Ter residência fixa e ocupação lícita
          • Aptidão técnica e psicológica
          • Não ter antecedentes criminais
          Dirija-se a uma unidade da Polícia Federal munido:
          • Cópias autenticadas de RG, CPF, Comprovante de Endereço;
          • Declaração de necessidade;
          • Certidões negativas de antecedentes criminais fornecidas pela Justiça Federal, Estadual (incluindo Juizados Espec
          iais Criminais), Militar e Eleitoral e de não estar respondendo a inquérito policial ou a processo criminal, que poderão ser fornecidas por meios eletrônicos;
          • Documento comprobatório de ocupação lícita;
          • Exame técnico por instrutor credenciado na PF (Lista dos Instrutores Credenciados)
          • Exame psicológico por psicólogo credenciado na PF (Lista de Psicólogos Credenciados)
          • Uma foto 3×4
          Preencha e imprima o formulário abaixo:
          https://www.dpf.gov.br/servicos/armas/form-sinarm 
          Se conseguir a autorização, tens trinta dias para adquirir a arma, ou então tem de começar tudo de novo rsrsrs

          • Faltou o complemento:

            Tens que dar a bunda três vezes e chupar os ovos do gaiato da Polícia Federal.

            É o Estado Autoritário, plenipotenciário, fascista, nazista, comunista, filho da putista, em sua mais perfeita demonstração do quanto nós somos meros e reles vermes que só existem por concessão do aparato estatal.

            Podem se fuder tudinho!

            EU QUERO É IR EMBORA DESTA MERDA!!!

  5. Acho que as pessoas falam sobre fascismo sem saber o que é (não é o caso de Goiano, que é culto suficiente), Sugiro consultar o dicionário político de Noberto Bobbio para entender que o esse país jamais será fascista. A primeira coisa é obediência e um partido único. É fácil?

    • Caro Assuero, a meu ver o termo “fascista” adotou hoje, aqui e agora, um significado extendido, não se trata mais de um partido ou movimento político com as características mais ou menos exatas do praticado por Mussolini, como conceitos de raça e nacionalismo extremado, repressão radical a qualquer oposição política, estado comandado por um ditador, na acepção original, ou em sentido estrito. De modo que essa extensão abrange, a meu ver, um governante autoritário, ainda que não um ditador naquele sentido; `quanto à questão racial, sim, mantém-se como um dos componentes, pelo preconceito retrógrado generalizado, contra negros, índios, mulheres (misoginia), estrangeiros (xenofobia “localizada”, no nosso caso contra Cuba, Venezuela, China, Coréia do Norte e até Argentina, ou seja, qualquer país que tenha laços com o socialismo) e homossexualidade; o nacionalismo extremado também está presente no “novo conceito de fascismo”, agregando-se a ele o religiosismo ou religiosidade extremado, fanatisado, e a adesão a princípios rígidos de constituição da família e de moral do tipo meninos vestem azul e meninas cor-de-rosa); o autoritarismo substitui de certa forma a ditadura e a repressão ao oposicionismo, como na interferência em instituições do Estado, no cerceamento à liberdade de imprensa, na agressividade contra os opositores.
      Acrescento, Assuero, que mesmo as pessoas que não têm a apreensão conceitual pormenorizada, detalhada, explicada, do sentido do termo “fascismo”, sociologicamente e historicamente, sabem do que se trata, intuem que esse erde-amarelismo, esse bater no peito por Deus e Família, esse autoritarismo evidente e demais componentes do quadro formado, que vemos e que vivemos, que isso é fascismo. E compreendem que aderir a isso é ser fascista.

      • EM TEMPO: Antes que João Francisco venha fazer a correção do Português e apontar erros de “s” e “z”, o “fanatizar” acima foi escrito com “s” por pura burrice minha.

      • Goiano, os governos de Cuba, Venezuela e Coreia, são autoritários, ditatoriais, desumanos. Isso faz de mim um fascista? Em nenhum momento vi o governo criticando o povo desses países. vi criticando o governo. Eu tenho alunos cubanos e eles nunca foram desrespeitados aqui. Quando os médicos chegaram, governo de Dilma, a recepção nos aeroportos foi terrível. Eles foram execrados, humilhados publicamente. A gente era fascista naquele tempo ou só passamos a ser depois de 2018?

        • Maurício, tu és um fascista se defendes ideias fascistas, se segues políticas fascistas, se apoias fascista ou fascistas, o quadro está exposto.
          Vejo que, como bom argumentador, te fixas em um ponto, o de “uma certa” xenofobia, uma “xenofobia de fundo político”, digamos assim, para explicar|: se eu não sou isso, não sou fascista nem apoio o fascismo.
          Ora, não basta ser tão anticomunista e tão contrário às políticas do PT e assim humilhar médicos cubanos para seres classificado como fascista, embora esse seja um elemento de diagnóstico. Os outros sintomas agregados poderão compor o quadro da doença.
          Se, por acaso, e apenas como hipótese formulativa, Jair Messias Bolsonaro é o presidente do Brasil e é um fascista, e suas ideias fascistas fazem parte dos elementos componentes do seu governo, se tu apoias esse personagem e os elementos fascistas de seu governo…
          Então, vamos aos fatos, sem diversionismos.
          Enfim, é possível que aqueles que humilharam os médicos cubanos fazem parte do rabo grosso que votou, vota e votará em Jair Messias Bolsonaro.
          Como o termo “fascista” é carregado de repulsa, ninguém quer se reconhecer fascista, mesmo sendo. Ora, sou uma pessoa boa, como posso ser fascista? se pergunta o fascista. É que o fascista não reconhece seus preconceitos e os outros componentes do fascismo existentes em si como coisas ruins. É o tipo que diz que bandido bom é bandido morto como se isso fosse parte de uma filosofia elevada de proteção da sociedade. O tipo fascista vai fazer guerra à Globo, acusando-a até de comunista (é mole?!), e quando ela der as verdadeiras notícias relativas à epidemia o fascista desejará que a Globo seja eliminada (liberdade de imprensa) porque ela está dando notícias que não estão de acordo com a filosofia fascista de Jair Messias Bolsonaro de que Covid 19 é uma gripezinha, que somos maricas, que máscara é bobagemd, que isolamento social é coisa de frouxos e que está msorrendo muito mais gente de outras coisas do que da tal doença e por aí vai. O fascista queer fechar o Supremo Tribunal Federal, porque os magistrados eventualmente julgam diferente das convicções dos fascistas. Indio não precisa de tanta terra. Na Europa queimam as florestas mas só reclamam da Amazônia. Direitos humanos tem de ser para as pessoas boas. Ambientalistas são uns fresquinhos. E por aí vai. Acho que já deu.

          • Goiano, o cara não pode ser fascista de dia e democrático a noite. O cara não pode ser considerado fascista porque se colocou a favor do fechamento do STF, Isso é um ato de indignação, não do exercício do fascismo. Na verdade, a esquerda esgotou os argumentos. Falaram de perseguição às minorias e até o momento eu não vi nada disso. Há dois anos o cara foi eleito e o discurso continua o mesmo. Fora Bolsonaro. Então, criaram uma palavra bonita para se apoiar e rotular quem pensa diferente. Só isso.

            • Maurício, a indignação se dá pelo interesse político contrariado – é a indignação cristalizada na indignação da Sara Winter, ou seja, as indignações têm a mesma natureza, embora sejam, de certa forma, “honestas”, porque os indignados não teêm conhecimento de que sua indignação é de natureza fascista. Mas é, e é por que ela se baseia no fato de que determinadas decisões de magistrados contrariem seu modo de ver a realidade, seus conceitos morais, suas réguas de valores (|em geral, sua repulsa aos atos dos juízes tem razão de ser na absoluta ignorância jurídica, ignorância jurídica do tipo da que Adônis expressou recentemente, de que nem é preciso juiz e tribunal porque todo o mundo sabe o que é certo e o que é errado… Mas a verdade é que no passado antigo, de médico e de louco todo o mundo tinha um pouco, depois veio a fase de que todos eram técnicos de futebol, agora o povo todo acha que sabe o Direito.
              Vejamos: não vês perseguição de minorias. Precisas ajustar os óculos. A perseguição só não se dá mais contundentemente porque temos mecanismos de controle, leis, instituições firmes (inclusive os juízes, que seguram a barra). Tomemos um exemplo exemplar: Índios não precisam de tanta Terra e neste governo não haverá novas demarcações.
              Para apoiar isso, a pessoa precisa estar de acordo que “índio não precisa de tanta terra” e também que novas demarcações não devem ser feitas, ainda que a lei aponte no sentido de que demarcações precisam ser feitas.

              • Cacique Seatle “o grande chefe branco quer comprar as nossas terras, pela paz dos nossos filhos vamos pensar na oferta. Tão certo como as estações do ano, trarão armas na certa…”. Goiano, os índios americanos foram colocados em reservas e o homem branco avançou sobre os recursos naturais. Lá.. no país de Biden…. O termo concessão é importante para definir dono e explorador.

                • Maurício Assuero, o exemplo norte-americano vem do século dezenove, a partir de quando a limpeza étnica do oeste americano tornou-se política oficial do governo, que passou a declarar guerra às tribos indígenas sob qualquer pretexto. Assim os apaches foram destruídos pela ação do exército americano após a entrada de mineiros e bandidos no território dos apache. A eliminação dos índios também foi defendida por dificultarem o trabalho dos empreiteiros e empresários de ferrovias que construíam e cortavam suas terras, destruindo suas culturas de subsistência, substituídas por lavouras comerciais em contato com os mercados consumidores através do novo sistema ferroviário. Os indígenas foram paulatinamente empurrados pelo governo americano para territórios cada vez mais áridos, inférteis, isolados e diminutos. O antigo “Território Indígena”, que cobria a superfície de quatro estados da União, acabou sendo abolido e trocado por pequenas e esparsas reservas indígenas.
                  A história dos índios norte-americanos não é uma para todas as tribos, cada uma é um drama e um romance – como a dos Osage, que ficaram ricos, na década de 1920, acharam petróleo em suas terras e, por isso, foram expulsos e assassinados.
                  Sioux, Cheienes, Ahapao e várias outras tribos foram dizimadas para que os brancos explorassem as riquezas e quando se rebelarem o governo mando exército de dez soldados para cada índio, para aniquilá-los, consta que comandados ou inspirados pelo general Custer.
                  No final, o que quero dizer, é que nosso avanço acaba se parecendo com o que os norte-americanos fizeram, de modo que se não controlarmos o ímpeto de exploração, conquista e dominação, podemos partir para genocídio mesmo, cosntra o que são as esquerdas que se posicionam.

  6. Gostaria que o Goiano me explicasse uma coisa: no item 4 são listadas as seguintes vítimas de preconceito dos bolsonaristas: indios, pobres, homossexuais e mulheres.

    Daí só posso concluir que os apoiadores do presidente Bolsonaro são homens heteros brancos e ricos.

    Estes são 40% da população?

    • Psablo, as recentes eleições nsorte-americanas revelaram um fenômeno interessante, jovens negros e jovens latinos votaram em Trump.
      Por quê?
      Chiiii, é preciso estudar isso mais a fundo, porque as implicações são graves, sérias e de difícil compreensão, botendo tgratar-se de algo bom, oui não – tudo a ser visto ainda:
      – Negros e latinos da nova geração não se identificam mais com a negritude e com a latinidade…
      a) Um negro pode apoiar um rascista porque ele não é mais negro, é apenas um americano como qualquer outro.
      b) Um latino da nova geração pode apoiar o executor de uma política contra a imigração, porque se trata de latinos que não se vêm como latinos, mas como cidadãos estadunidenses por completo.
      No Brasil, certamente tens visto as mulheres apoiando um político que despreza as mulheres, mas para elas há bens maiores a serem considerados, como Deus e Família vistos sob a ótica do conservadorismo extremo.
      Tens o negão, ali, juntinho, ainda que negros (afrodescendentes) não façam nada, pesem arrobas e não sirvam nem para procriar.
      E assim por diante, acho que já deu para dar uma pincelada. Trata-se de uma sociedade apegada aos valores conservacionistas e que os têm acima de tudo.

      • Gente, vão desculpando aí, tanto os problemas de digitação (o meu computador põe letras a mais em tudo do que escrevo), quando a minha falta de revisão, escrevendo “rascista”, por exemplo, em lugar de “racista” e outras barbaridades, de modo que, sem revisão, a coisa sai do dedo que o dedo e o impulso mandam (dão um desconto, por favor)

  7. Calma gente, pelo menos ele respondeu. Não fugiu nem deu uma de desentendido. Todos nós temos uma visão do mundo e há quem enxergue dessa, digamos, forma dele. Quando as decisões da elite governante não te arrebentam, mas arrebentam os outros, bem, ai elas servem aos que defendem o bom, o justo e o belo. Quando provam, na história do mundo mesmo, que são uma desgraça, aí começam os lindos discursos e muitas estatísticas. Dai é que se escolhem os lados direitos ou esquerdos. É quando o bom senso se impõe. Bom senso que está visivelmente em falta em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife.
    De qualquer forma, estamos mesmo lascados!

    • Sérgio, o mundo ainda é um atraso abissal, mas dá para melhorar; e essa melhora precisa incluir o avanço civilizatório, o que não combina com ideias retrógradas, do tipo das que alimentaram o fascismo.

  8. Uma resposta da porra e o doido é Bolsonaro ?!?! Xupa (com X de Xico) esta manga, caro Goi e te prepara prá 2022. Melhor o doido fazer o que faz do que a turma do PT comprando refinarias de ferrugem nos EUA, tomando propina em bilhões, né não ?

    • Carlos, talvez o Brasil não estivesse preparado para a onda de fartura dos anos petistas, o País enriqueceu, abriu-se muito espaço para a corrupção e houve o que houve, além dos reconhecidos erros do PT em adotar políticas destinadas à chamada governabilidade e à manutenção do poder – e sem dúvida o fascínio e as vantagens de estar no poder.
      Para alguns, tirar vantagem (lembrei-me da frase do Gérson) era normal, não parecia desonesto. Me lembro que em plena vigência do regime militar ouvi, com os meus próprsios olhos, um sargento das forças armadas dizer que estava se preparando para galgar a tenente e que a primeira coisa que ele iria fazer era conseguir lugar na Intendência, onde, ele afirmou alto e bom som, levaria dez por cento de tudo.
      Esse era o espírito despreparado que os governos petistas encontraram e que se aproveitaram do enriquecimento, da presença da riqueza, para pular sobre ela.
      As empresas compravam descaradamente políticos e servidores públicos para fraudar licitações e toda sorte de safadezas, o que ficou patente com o envolvimento na corrupção ativa das grandes empreiteiras.
      O caso de Pasadena, a que te referes, é apenas mais um dos negócios envolvendo corrupção, quando, tanto quanto se sabe, o Conselho de Administração da Petrobras autorizou a compra baseado em dados e pareceres falsos, elaborados e apresentados por quem o deveria fazer, mas que os fez para proveito próprio.
      Está certo que muita coisa explica o que não justifica – e esperamos que, caso as esquerdas subam o poder para mais períodos de prosperidade, haja maior controle do Estado quanto a irregularidades que possam ser coibidas.
      Assim, quem sabe, teremos prosperidade sem atraso civilizatório.

      • Goiano , gostei do “ouvi com meus próprios olhos” mas não sejamos ingênuos, do caso específico de Pasadena, de que o Conselho da PB tomou decisões ( e não somente esta) baseada em falsos pareceres e relatórios. Ali não tem idiotas, imbecis ou despreparados, ao contrário. As peças gerenciais foram nomeadas e colocadas com a intenção de arrecadar propinas. Todos os contratos eram milionários e tendenciosos. Qto ao JB volto a dizer: qualquer presidente eleito com a mínima tendência de arrumar o país e acabar com este desmantela e não for do PT, será crucificado pelo sistema. Só resta à oposição aguardar 2026, se ainda existir PT e caterva. O capiroto levará seu herói antes.

  9. Goiano, sua última frase “a não ser que…” não vai acontecer, ELE será seu presidente até 2026, volte prá París e curta o seu verão (22°) junto com o MacronGay e seja feliz! E se encher o saco, termos uma dinastia Bolsonaro por mais tres décadas e ainda tem a Laurinha, hoje com 10 anos.

    • Marcos, é eu em Paris e Adônis em Portugal. Mais ou menos pertinho um do outro, combinaremos um Imperial ali, um Chateneuf du Pape acolá, e comeremos pastel!”
      Mas… é um sonho quase irrealizável, no que, como diria Jânios Quadros, mê concêrnê. Euro a mais de três reais é proibitivo para brasileiros.
      Entretanto, clareou, Goiano partiu! Andar pelas ruas, à beira do Sena, no Parc Monceau, errar por aí, beber beleza e respirar cultura! Sinto muito, não tem em Cuba, nem na Venezuela, permitam-me ser feliz em Parri!
      Quanto à dinastia Bolsonaro, quem sabe, né? O mundo é ininteligível, vai ver que dá certo, a direita emplaca, o Brasil progride, povo alimentado, com trabalho, saúde, escola, alegre e contente, tudo bem.
      Pode ser que Jair Messias Bolsonaro faça o governo dos governos, de repente dólar, euro e real, tudo valendo um, e eu vou me esbaldar por esse mundo de meu Deus!
      Está valendo tudo, até, contrariando Tim Maia, dançar homem com homem e mulher com mulher (aprendi a dançar com a minha irmã, Glorinha, mas muitas vezes, antges de enfrentar as meninas nos bailes, eu e Juvêncio ensaiávamos uns passos de dança – tudo para comer gente, como diz Jair Messias Bolsonaro.
      Prazer em falar contigo, seu doido de pedra!

  10. Moçada,

    Considero uma imensa bobagem vocês ficarem discutindo o rótulo com o qual vão querer enquadrar as diferentes visões do mundo, sempre fazendo generalizações extremamente grosseiras e toscas.

    Eu ia dizer IMBECIS, mas me contive, diante do belíssimo quadro de gentileza que estou presenciando neste debate.

    É fascismo? Não é fascismo? PORRA!!!!! Meu saco já estourou, com tanta conversa merda.

    Quem quer o governo como dono de tudo e se metendo em cada mínimo detalhe da vida do de cujus é o que? SEI LÁ, PORRA!!!!” Só sei que é uma merda e que quem fica querendo esta situação, é porque quer se locupletar, enquanto fode com todos os demais, sempre se justificando que é “PARA CRIAR UM MUNDO MAIS IGUAL”. Quer dizer: Todo mundo toma no cu igual, menos os donos do PARTIDÃO.

    Goiano disse outro dia que o socialismo tem mesmo de botar pra lascar, que é para os burgueses não irem embora levando as riquezas.
    Ei, Goiano! Quem quer ir embora dos “paraísos” socialistas não são só os burgueses não! É TODO MUNDO, PORRA!!!, NINGUEM QUER FICAR LÁ PORQUE É UMA MERDA!!!

    TU GOSTAS? ACHAS LINDO! ENTÃO VÁ PRA LÁ E PARE DE NOS ENCHER O SACO COM ESSAS CONVERSAS IDIOTAS.

  11. Adônis, rótulos servem para identificar as coisas. Assim, se tu és fascista, ficas rotulado de fascista – é igual escrever na testa.
    Se tu és uma cerveja, põe-se um rótulo de cerveja e bebe-se-te, porque se sabe que és cerveja; se fosses veneno de rato com rótulo de cerveja beber-se-ia veneno de rato.
    Isso é preciso ser muito bem explicado, porque há pessoas que afirmam que rótulos são uma besteira, que não tem essa de direita e esquerda, mas se escreves em minha testa “esquerda” evita-se que alguém me tome como cerveja.
    Assim o fascismo: a pessoa é fascista? Sim ou não? Vejamos, é feita de malte, cevada, fermentados, pode rotular: “Cerveja”. Mas, vejamos também, é a pessoa feita de autoritarismo, nacionalismo exarcebado, religiosismo fanático, lotado de preconceitos, de raça, de questões morais e sexuais, contra as mulheres e o escambau, autoritário a ponto de não admitir contrariedades e com horror à imprensa e a tudo que possa colocar-se em oposto a ela e mais tudo aquilo de que falamos acima, pode-se rotular, para evitar que seja servido em tulipa e sorvido em goles: “Fascista”.
    Quanto a Cuba, muita gente foi embora, mesmo. Teve uns casos muito interessantes. Te lembras do “Êxodo de Mariel”, duma porrada só, por volta de 1980, cerca de cento e vinte mil cubanos deixaram o país. Há circunstâncias sociais e históricas que vale a pena conhecer. Mas dentre elas, uma curiosidade: Fidel, que abriu a brecha para que cubanos deixassem o país e fossem embora para os Estados Unidos, aproveitou a ocasião para se livrar de mais de vinte mil delinquentes retirados das prisões e colocados diretamente nos barcos que levavam os emigrantes.
    O êxodo correspondeu a cerca de um por cento dos habitantes da Ilha, que levaram consigo sua pobreza (sim, os cubanos eram e são pobres), e segundo consta muitos se foram para refazar núcleos familiares rompidos pelas fugas anteriores havidas desde a Revolução Cubana (1º de janeiro de 1959).
    Na época, foi um problemaço para os USA: “Em poucos meses, cresceram o desemprego e o número de pobres. Além disso, houve o aumento da criminalidade como a consequência mais nefasta daquela época. A maioria dos que chegaram aos Estados Unidos era de pessoas boas, mas os criminosos que Castro enviou continuaram cometendo crimes lá. Os anos seguintes foram os que ficaram imortalizados na série de TV Miami Vice: Drogas, armas e corrupção. O aumento do crime fez com que a cidade contratasse muitos policiais sem uma verificação meticulosa, o que deu espaço para o maior escândalo de corrupção da história de Miami. Com o tempo, dezenas de policiais foram presos pelo FBI. Os policiais pegavam os traficantes e ficavam com a droga, e os matavam”.
    Ocorreu o fenômeno de que já falamos: os primeiros cubanos exilados, os da primeira hora, e até a abertura feita por Fidel no “Êxodo de Mariel”, eram a elite cubana, só tinham a perder ficando e por isso levaram suas riquezas, seus conhecimentos e todos os valores que podiam, de modo que mais acrescentaram à economia dos Estados Unidos do que retiraram.
    A segunda onda, não. Eram pobres, na maioria, e uma parte menor de delinquentes, os do Êxodo de Marial, e essa migração deixa marcas até hoje na sociedade norte-americana, a má fama dos chamados “marielitos” (foram classificados como a escória da sociedade trazida de Cuba para os States, pois além de facínoras também foram “deportados” doentes mentais, prostitutas e homossexuais, dentre outros.

  12. Goiano,

    Deve ser por causa dessa tua explicação toda que os cubanos de Miami tem hoje uma vida de milionários, especialmente quando comparados com os mortos de fome de Cuba, e que a mesma Miami tem um PIB quase igual ao do Brasil inteirinho.

    Chega a dar pena desses pobres “marielitos”. Deviam ter ficado em Cuba, sujeitos a morrerem de fome, ou fuzilados, caso não gostassem de lamber as botas (e os ovos) dos Castro, como tu fazes quotidianamente.

    VAI PRA LÁ, PORRA!!! Vai pra cuba!!! Teu lugar é lá! Não é em Paris, respirando cultura e flanando no Rive Gauche.

    Quanto aos rótulos, vou lançar mais um, já que tu gostas tanto:

    VOCÊ É UM COMPLETO BABACA!!! É o famoso !Imbecil de Galocha!

    E pare de me citar como ignorante dos meandros dessa seita exotérica escrota que tu chamas de “DIREITO”. Essa porra não tem servido em nada à sociedade. Pelo contrário, tem só se servido dela. Tem sido só e apenas uma maneira de gente esperta se dar bem às custas de um bando de otários. Só em Pernambuco, são mais de 5.500 juízes de nada com porra nenhuma, todos cevados que nem uns nababos indianos e discutindo interminavelmente os rumos da capilogência. Para todo lado que se vire, dá-se de cara com um prédio suntuoso e entupido desses canalhas. E os processos simples levando aaaaannnnnnnnnnoooooooosssssss, simplesmente porque os doutos magistrados comparecem quando querem, e trabalham se quiserem.

    GUILHOTINA PARA ESSE BANDO DE FILHOS DA PUTA TODINHO!!!!! JÁ!!!!!

    P.S. INCLUSIVE VOCÊ, SE CONTINUAR CONVERSANDO TANTA MERDA E DEFENDENDO ESSA CANALHA!!!.

    • Caro Adônis, não se estresse. A técnica é essa mesmo. É tentar nos fragilizar emocionalmente. Li pacientemente todos as postagens. Lembrei-me que, em uma de minhas participações, há algum tempo, certa pessoa mandou que eu vomitasse meus argumentos. Sequer utilizou um termo menos ofensivo. Que tal se dissesse que eu regurgitasse meus argumentos. Teria sido mais elegante. Mas não, foi no popular mesmo: Falar, contar (o que se queria esconder). [td. : Assustado, vomitou tudo o que sabia.]. Não fui agressivo, deseducado, deselegante, em minhas considerações. Diante do ocorrido, decidi que serei apenas um assíduo leitor, acessando o jornal e contribuindo dessa forma com as estatísticas de acessos desse muito conceituado e fubânico Jornal.. Abração!

  13. Pingback: HÉLIO FONTES – VIDEIRA-SC | JORNAL DA BESTA FUBANA

  14. Adônis, Adônis…
    O os cubanos de Miami têm hoje uma vida de milionários? Não foi o que disse o guia turístico! Dentre os bairros pouco recomendados ele se referiu à Little Havana como um dos bairros piores, a não ser para visitar com os cuidados de praxe, pois é pitoresco mas pouco seguro: “É aconselhável ter um certo cuidado com a segurança quando se anda por aqui. Muitos dizem ser um dos mais perigosos bairros de Miami”.
    Quanto ao vai pra lá que, me dizes, em vez de ir para Paris, é bem do tipo Brasil, ame-o ou deixe-o, ao estilo de Jair Messias Bolsonaro.
    A respeito do Direito, só um destrambelhado completo pode acreditar que não serve para nada à sociedade, como dizes. Deves ser partidário do retorno à vida selvagem, só pode ser isso. Ou tu és é maluco mesmo.
    És completamente alucinado por guilhotina, a ponto de ameaçar-me, porque para tu quem pensa diferente deve morrer, para que os direitistas conservadores reinem em paz sem serem incomodados em suas trojolotices.
    Pois bem, se um dia tiveres o poder no Brasil, assumires um comando que te autorize a guilhotinar as pessoas, tenho um último pedido, quero ser guilhotinado com guilhotina de estopa, para evitar que se me corte o pescoço.

  15. Caro Goiano,

    Você, assim como qualquer pessoa, tem o mais absoluto direito de pensar qualquer jumentice que queiras. Pode, inclusive, externar essas mesmas jumentices a torto e direito. É a tal da Liberdade de Opinião.

    O que tu não podes, e só por essa graçinha mereces a guilhotina, e que não seja de estopa, é querer empurrar goela abaixo, ou cu acima, tanto faz, de toda a população, queiram eles ou não, todas essas montanhas de imbecilidades, manipulações, mentiras, verdades distorcidas, sempre visando a implantar uma ditadura nojenta disfarçada de uma aberração conhecida como “Socialismo”.

    Faz o seguinte: Faça o socialismo na sua casa. Distribua seu salário com a faxineira; dê seus meios de produção para o jardineiro, pague régios salários aos vigias, dê uma meia hora de bunda para celebrar a diversidade. Só não venha querer fazer a mesma coisa na vida de ninguém.

    Ah! Mas aí não tem graça, né? Quem é que vai se fuder para pagar as putarias e as esbórnias dos socialistas?

Deixe uma resposta