5 pensou em “LUIZ LEAL – CASIMIRO DE ABREU-RJ

  1. Comentário preciso, estamos vivendo uma Ditadura de Togados e contra esta, nada podemos fazer, apelar pra quem? Pro STF? A única saída é o Art. 142 da CF/88,

  2. Retórica:
    1) Não haveria razão para atacar o presidente se ele estivesse favorável à corrupção. Essa retórica é falaciosa na medida em que declara que os presidentes que foram derrubados, como Collor e Dilma, só o foram porque estavam trabalhando a favor da população e contra irregularidades.
    2) Ninguém negou as acusações de Roberto Jefferson que culminaram no processo do Mensalão: Afirmativa falaciosa, pois negou-se sim.
    3) Mentira que Bolsonaro esteja sofrendo um cerco por não estar servindo ao establishment, porque a verdade é que ele próprio está se cercando ao fazer uma política personalística, tentando governar sozinho e querendo impor autoritariamente ideias burras e malucas, o que parte do seu eleitorado acaba de perceber com a derrubada de Moro para poder praticar atos desonestos.
    4) Se o inquérito no STF é ilegal, não cabe ao presidente tentar interferir politicamente, cabe aos prejudicados recorrerem da ilegalidade – embora inexista instância superior ao STF, há recursos e ações judiciais próprias. O presidente não é instituição própria para intervir. Se tentar fazê-lo está incorrendo em irregularidade.
    5) Não dá para continuar, o cara quer justificar as atitudes do presidente alegando que o STF é que está cometendo irregularidades e precisa ser barrado de alguma forma. Ele se esquece de que o presidente não pode interferir em ações da Polícia Federal sob qualquer pretexto, sendo que no caso as interferências visariam à blindagem dos seus filhos e a condicionar os inquéritos de smdodo a não prejudicarem a eles e demais companheiros políticos – uma porteira aberta, ou melhor, escancarada.
    6) O resumo é o seguinte: Moro saiu porque o presidente decidiu colocar na Polícia Federal alguém que ele pudesse controlar e porque verificou que a ação do presidente visava, também, forçar sua demissão do cardo de Ministro da Justiça. Grande parte dos eleitores de Jair Messias Bolsonaro tomou consciência disso e uma outra parte insiste em querer tapar o sol com o alambrado de malha larga.

    • O resumo, como sabiamente escreveu o señor Albernaz é o seguinte: “Quanta confusão na política. Bastaria termos um presidente corrupto para nada disso estaria acontecendo.”

  3. O fala mansa, não citou as pedra que se encontram caminho do capitão, seus rebentos e a língua mais rápida do que o cérebro..

Deixe uma resposta