COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem C EDUARDO – PATY DO ALFERES-RJ

Waldir A. Gobbi Augusto:

Paty do Alferes, região com aproximadamente 320 mil Km quadrados, um dos maiores centros culturais do Estado do Rio de Janeiro, cujos habitantes são chamados de patienses.

Em levantamento projetado para 2021, a cidade deverá conter 27.942 habitantes, com certeza ilustres e cultos.

Precisamos solicitar ao IBGE em seu censo, uma urgente alteração, pois após essa publicação do “C Edu”, sinto que são 27.941 habitantes e um jumento.

11 pensou em “TEM QUE RECONTAR A POPULAÇÃO

    • Flávio, ou v. não leu nada do C. Eduardo ou v. sofre da mesma doença que ele.

      C. Eduardo não faz críticas a Bolsonaro, ele faz ofensas gratuitas. Tem um ódio patológico a ele e aos conservadores, a quem ele representa no atual momento.

      Fossem críticas válidas, não haveria problemas, pois nós, os conservadores temos muitos argumentos para rebater e sabemos reconhecer os erros e problemas que Bolsonaro tem.

      Eu já disse aqui e falo para v., que me parece novo neste espaço; Bolsonaro é nota entre 6 e 7 numa escala de 0 a 10. A questão é que, fora ele não há no atual momento nenhum outro nome que possa nos retirar do Sistema perverso que nos governa desde sempre.

      Gostaria muito que tivéssemos alguém do porte de José Bonifácio de Andrada para nos governar novamente, mas aí seria demais. Bolsonaro dá para o gasto.

      Tenha um bom dia.

      • João,

        Geograficamente Paty do Alferes fica pertinho de minha Desengano querida e possui aquele ar bucólico, muito comum, em tais paragens.
        O Eduardo, sem ter muito o que fazer em suas horas vagas em tal paraíso,ao ver que seu ídolo Goiano encerrou sua brilhante trajetória nestas páginas fubânicas, resolveu ocupar o vácuo, mas (paupérrimo mas), lhe sobram as ofensas ao atual governo e falta a maestria do texto goiânico, o bom humor, o traquejo em rebater o contraditório. Comparando futebolisticamante, Goiano seria o esquerdista Diego Armando Maradona e C Eduardo muito me lembra futebolisticamente o Lula batendo bola no campinho de propriedade do Chico Buarque.

        Terra que deu origem ao nome do Cavalo Mangalarga Marchador, Paty do Alferes, encantador lugar, certamente terá a pastar alguns jumentos, não sendo o caso comparar, principalmente porque conheço muito bem a bela cidade e se o C Eduado não fosse gente boa, por ali não faria morada …

        Espero que o Cadu deixe de lado ofensas gratuitas ao atual governante e se atenha ao que realmente seja real, pois anda se especializando em falácias, pura falácia.

        Dizem que odiar faz um mal danado, pois é como se o sujeito tomasse veneno e ficasse esperando que o outro morresse.

        Usando como mote minha coluna de sexta-feira passada, digo a todos que pensam como o C Eduardo: (…) trago-vos uma ótima dica: oxitocinem-se!!! (…) Os comentaristas e as colunas de meus irmãos fubânicos neste JBF? Pura oxitocina, overdose de oxitocina… Quem já experimentou nossa viciante escrota gazeta bem o sabe.

        • Meu caro Sancho, tenho duas perguntas a te fazer, quem nasce em Desengano seria o desenganado ?. Segunda, pelo que penso que sei, a raça Manga Larga Marchador foi produzida pela família Junqueira á no sul das Gerais, especificamente na bucólica cidade de Cruzília. depois dessa vou tomar um mé com água de coco. kkkkkkkkk

          • Um cabra nasce em Desengano, totalmente desenganado desde o berço. Pouco futuro vislumbra no horizonte quem em tal sumidouro de gente por lá nasce. Alguns cruzam as fronteiras: de um lado Valença e de outro Vassouras; normalmente montado em um Manga Larga Marchador.

            E Sancho cruzou a fronteira e virou cidadão do mundo…

            Meu caro,
            A origem da raça Mangalarga Marchador é controversa. Em verdade,é uma história de quase três séculos, com muitas lendas sobre a origem e difícil apontar a mais factível. Senão, vejamos:

            O Barão de Alfenas sempre aparece como o “pai da raça”.

            O nome Mangalarga deriva da Fazenda Mangalarga, em Paty do Alferes (versão relatada por Geraldo Diniz Junqueira (Fazenda Boa Esperança – Orlândia-SP), baluarte da eqüinocultura nacional, também lançada no site do Exercito Brasileiro).

            Reza a lenda que o Barão de Alfenas, então deputado da Corte Imperial, foi convidade por outro parlamentar para uma visita a Fazenda Mangalarga para que conhecesse alguns cavalos de rara qualidade. Durante a visita, o Barão de Alfenas teria dito que, embora os animais existentes na Fazenda Mangalarga fossem realmente de boa qualidade, em sua propriedade no Sul de Minas (a Fazenda Campo Alegre), existiam animais superiores àqueles.

            Em visita à fazenda do Barão para que conhecessem seus cavalos o deputado, ao conhecer o plantel ficou empolgado e adquiriu alguns animais que foram levados à Fazenda Mangalarga no Estado do Rio de Janeiro.

            Esses animais ficaram por demais conhecidos nos passeios na Corte (Rio de Janeiro),migrando alguns exemplares para o Sul de Minas. Com o sucesso, muitos ricos comerciantes (a fina flor da burguesia) queria adquirir exemplares iguais aos da Fazenda Mangalarga, daí originando-se o nome.

            Dizia meu pai que o histórico garanhão Sublime, foi considerado o marco inicial da raça mangalarga marchador no país.

            Se o amigo desejar maiores detalhes, que visite a 3ª Exposição Especializada Paty do Alferes – RJ
            Exposições – Período: 23/10/2021 a 31/10/2021. Cidade: Paty do Alferes – RJ – Parque de Exoposições

            Inclusive recomendo ao amigo acolhedor hotel em Paty do Alferes, o HOTEL FAZENDA MANGALARGA, a mais nova opção de lazer e descanso na serra.

          • hehehe….Nascer em Desengano e ser desenganado até que vai. Mesmo porque estamos todos mesmos desenganados….Meu problema mesmo são esses que nascem em Engano. Não na cidade, ela não deve nem existir. Mas no existir, no pensar, no argumentar bobagens.
            Esses, as vezes presentes aqui, como no caso do C.Ed., são apenas enganadores, como aqueles vendedores de rede, que começam a venda com 70,00 para chegar a 10,00. Aquela conversinha que todo mundo sabe onde vai dar. E que você nunca quis e nem vai querer comprar. Mas os enganadores continuam, sabem que sempre terá um desavisado que acha mesmo que vai ter vantagem.
            Mas vamos em frente. A vida tem que continuar.

            • Eis talvez a grande e única vantagem dos desenganenses, que estão perdoados, desde o berço, por qualquer ENGANO.

              Quanto ao C.Ed. é apenas um cabra que sonha ser algo parecido com o Braga Horta, que neste JBF chamávamos carinhosamente de Goiano.

              Dizia minha vovozinha, também desenganense, que lagartixa sempre se vê no espelho como temível jacaré.

  1. Lula e Dilna não são/foram do porte do Zé Bonifaço? Lula tem pra mais de 50 doutor honoris causa outorgados por universidades do mundo inteiro.

  2. Caro Alfredo,

    A paixão da minha vida é a busca do conhecimento. Em vista disso, já vou no 6o título de Mestre (MSc.), nas mais diversas áreas do conhecimento. Engenharia, economia, administração pública e empresarial, desenvolvimento, gestão da qualidade, psicologia, e por aí vai.

    Decidi não realizar nenhum curso de doutorado por dois motivos:

    1o – Para não ter absolutamente nada em comum com o crápula que o senhor citou (Eca!!!). Com ele, o título de Doutor, Honoris causa ou não, ficou definitivamente avacalhado. São simplesmente “Idiot Savant” que sabem cada vez mais sobre cada vez menos.

    2o – A única vez que fiz a besteira de concorrer para participar de um doutorado, tive a infelicidade de ver serem selecionadas as propostas mais imbecis que se possa imaginar, simplesmente por estarem “alinhadas” com o pensamento marxista dominante na universidade. A única forma que encontraram para me retirar do concurso, pois obtive todas as pontuações em máximo grau, foi desqualificar a minha proposta de estudo que, por sinal, enfocava um problema gravíssimo e que permanece oculto até hoje. Mas isto é assunto para uma longa conversa.

    Conclusão: O molusco de 9 dedos pode enfiar na cavidade anal todos as suas dezenas de títuos de “Honoris Causa”. A única causa que ele patrocinou foi o roubo de recursos públicos e a ascenção do marxismo.

    • Caro Mestre Adônis, quem coloca no mesmo pedestal o patriarca da nossa independência, maior político brasileiro que já existiu; José Bonifácio de Andrada e Silva, com Luís Inácio Lulla da Silva; certamente não tem a menor noção do que está dizendo.

      Portanto tomei o comentário do Alfredo como um chiste, uma piada, bazófia própria desta internet que faz aparecer de um tudo e mais um pouco aqui no JBF.

Deixe uma resposta