COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem O PAVÃO DE TATUÍ SOBREVOA O PALÁCIO DO PLANALTO

John Doe:

Augusto, você é insistente, não?

O ministro merece o respeito.

E, de uma vez por todas ele não mandou confiscar porra nenhuma de celular.

Recebeu uma notícia crime (na qual deputados pediam a apreensão do celular) e fez o que a lei manda: encaminhou para a PGR.

Caberá à PGR decidir se se deve ou não apreender.

O que tu ganhas difundindo fake news?

Todo jornalista tem a obrigação de checar antes de dar a sua opinião.

Eu tinha respeito por ti, mas está acabando.

* * *

Além do jornalistinha safado Augusto Nunes, teve mais um outro Zé Ninguém, um anônimo desqualificado, que ofendeu o impoluto Celso de Mello:

Trecho do livro Código da Vida, da autoria de Saulo Ramos, jurista brasileiro

9 pensou em “O MINISTRO MERECE MUITO RESPEITO!!!

  1. John Doe é um daqueles comentaristas que têm vergonha do nome (é um direito seu) e aparece aqui com codinomes, não sei nem se é a mesma pessoa.

    Ora é Power Guido, ora é H. Romeu Pinto, além de outras coisas infames e ultrapassadas.

    Deve ser um Sr. na faixa dos 70 anos, tiozão do pavê, que já foi esquerdista mais ou menos ativo na juventude e que agora tem vergonha de aparecer nesta gazeta escrota.

    Pois eu digo, saia do armário, se assuma, aqui todo mundo é sem vergonha. Vamos ser felizes.

    Mas se quiser continuar dentro do armário, tudo bem, a gente até entende a vergonha que v. passa.

    • Ô João, não se preocupe, não!

      Eu sempre digo que tem uns paraquedistas, às vezes vem como este aí, John, dos “zistrangeiros”, que se arvoram a pousar no JBF e profere umas “paparruchas” destas, como diria o nosso Sancho.

      Logo, logo, eles partem, para pousarem em recantos, que lhes dão outra estilingada e aí, pronto….

      Sobre o Celso Mellinho, quem sou eu para discordar das palavras do Saulo Ramos!

      Sds

      • Quem é Sancho para discordar de Saulo e Vivaldo?
        Procurei pela memória tentando lembrar de Vivaldo.
        Sempre chamei de vivaldo meu amigo Nivaldo, que era tão operacional, que de Sargento de Saúde do Exército conseguiu ser Sargento Mecânico de Aeronave na Taubaté de Monteiro Lobato. Nivaldo é um pequeno grande homem. Obrigado Vivaldo por me fazer recordar Nivaldo. A raposa da dupla “Vivaldo & Vivaldino” (“O Corvo e a Raposa”), dos desenhos animados. Vivaldino é uma raposa refinada, enquanto que o Vivaldo, o Corvo, é o malandro da dupla.

    • Por isso que bate ponto nesta gazeta. Augusto é fubânico. Andou reclamando do salário atrasado, mas (generoso mas), compreendeu os tempos bicudos coronavíricus e doou 99,9% do salário para Berto vacinar a Xolinha contra a “raiva” de alguns, que a destilam nos comentários. Boa parte do restante foi empregada na alfafa do Polodoro e no aumento de salário da Chupicleide.

  2. Seu Zé Ninguém Doe….limpe sua boca de estrumes que come, antes de falar sobre Augusto Nunes e José Maria Trindade.
    Teu nível de hipocrisia e senilidade não lhe permite nem falar nem escrever.

  3. Tenho pena do juizinho de merda do “pretório excelso”. A partir de outubro, como já fazem Lulla, Dilma, Zé Dirceu e uma cambada de filhos da puta, vai viver confinado no resto de seus dias. Gostaria de vê-lo num supermercado da vida para dizer-lhe umas boas e quem sabe, uma boa bengalada na cabeça com levou Zé Dirceu. Em público, jamais aparecerão. Fora do país, arriscam-se a apanhar. Aqui se faz, aqui se paga.

    • Eis o grande problema. Enquanto Sancho e toda a galera fubânica pode entrar e andar tranquilamente onde o coração desejar (meu coração anda desejando ardentemente um chopp geladinho lá no bar Atletiba, na terra das araucárias), “esses tais” sabem que não será nada agradável colocar as fuças para desfilar ao som das estrepitosas vaias que os perseguirão.

Deixe uma resposta