XICO COM X, BIZERRA COM I

Da prisão de Ronaldinho
Nunca mais que se falou
Não se fala do Flamengo
Desmatamento, acabou
Feminicídio, cadê?
Novela o povo não vê
Praia não mais se ‘oleou’

Da herança de Gugu
Já não se comenta mais
Onde o Queiroz se esconde
Tanto fez e tanto faz
Milícias tiveram fim
E a Mariele, enfim
Hoje descansa em paz

Toda a série FORROBOXOTE, Livros e Discos, disponível para compra no site Forroboxote. – Link BODEGA. Entregas para todo o Brasil

2 pensou em “EITA VIRUZINHO ‘FÍ D’UA ÉGUA’ DE METIDO! SÓ SE FALA NELE!

  1. Desculpe-me, Grande Poeta, Xico Bizerra não ter só lido “EITA VIRUZINHO ‘FÍ D’UA ÉGUA’ DE METIDO! SÓ SE FALA NELE!”, agora! Mas fiz em dose dupla e decorei!!

    O nobre Poeta me fez lembrar de diálogos constantes que tenho com meu filho, Luis Antonio Tavares Portella, quase biólogo, de que “o diabo quando não vem manda o secretário, e eu não vou nessa canoa porque não sou otário.”

    Alega ele: Painho, o senhor já percebeu que, para esses meios de comunicação inescrupuloso, o que interessa para ele é a notícia pânico, medo, mau estar, tragédia, politicagem, roubalheira, tudo que a massa inocente gosta e fofoca com as pessoas? Isso se chama matéria prima para quem não gosta de ler e ter consciência mais acurada das coisas sérias. Ronaldinho, Flamengo, feminicídio, novela, praia, herança de Gugu, Queiroz? (onde está?), Milícia e Mariele – tudo sumiu do noticiário, porque o povo está anestesiado de coronavírus!

    O senhor quer ver tudo isso desaparecer da mídia? – perguntou ele para mim. Se acontecer uma tragédia de grande proporções, mesmo que seja manchete por um ou dois dias! A imprensa sensacionalista muda de bandeira.

    Sua síntese foi genial em duas estrofes, Grande Poeta!

    Gostei, adorei, decorei!

  2. Abraço, amigo. O que vc falou, ao final, está acontecendo com o assassinato do rapaz de cor, nos Estados Unidos. Até o Corona foi relegado a um segundo plano. Ou seja: para anenizar uma tragédia basta que aconte aoutra. Triste, isso. E vai-se jogando tudo pra baixo do tapete, tragédias e trapolinagens recentes.

Deixe uma resposta