COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem FALÁCIAS E DESIGUALDADES

Wagner de Oliveira Lopes:

Prezado Adônis,

Aprecio seus textos, muito bons por sinal.

Se me permita, vou tentar corrigir apenas um singelo erro de grafia no seu texto, na minha concepção: eu sou do interior de Minas Gerais, Montes Claros, Norte de Minas, e sempre fui botequeiro.

Na minha terra tem grandes filósofos e intelectuais de boteco, que não deixam nada a desejar, se comparados com Esmeraldo Boca-de-Fossa, grande filósofo e intelectual de Palmares, terra de Berto.

Pois bem.

Sempre tive dúvida quanto a grafia da palavra veado, quando referida aos baitolas, gays, homossexuais e congêneres.

Pois num é que um desses filósofos/intelectuais, que eu não me recordo quem foi, tirou a minha dúvida, de vez.

Segundo ele, quando nos referirmos aos pederastas (palavra já em desuso), devemos grafar com “i”, ou seja, VIADO, isto porque, na concepção dele, é nada mais nada menos do que o encurtamento da palavra DESVIADO.

Encurtamento. Não abreviatura.

Se você achar que sim, corrija, por favor.

Eu tô na dele.

Um grande abraço.

* * *

Veado viado

4 pensou em “AULA DE ORTOGRAFIA VIADAL FUBÂNICA

  1. Não sei em outros dicionários, mas no Aurélio a palavra só aparece grafada com “e”, designando tanto o animal como o baitola.

Deixe uma resposta