CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Meu caro Berto (ainda é Papa?),

Se ainda for, lhe escreve o ex-Cônego, quase Bispo Washington Teixeira.

Estive passando por aqui e as coisas mudaram bastante.

De cá também!

Hoje, sou professor de Língua Portuguesa concursado (quase empossado) pelo Estado de Minas Gerais.

Me negaram minha reforma no Exército por conta do decreto de 11/11/2014. Mas isso não importa.

O que importa é que as coisas caminharam como deveriam, que encontrei minha nova missão e estou aqui a executá-la (quando as aulas voltarem).

Deixo um caloroso abraço a todos, com carinho especial a Jessier Quirino, poeta do coração de todos nós.

R. Meu caro, é muito bom rever você por aqui.

Veja só: na Igreja Romana, Bento XVI pediu licença e passou o cargo pra Chiquinho.

Na nossa Igreja Sertaneja, eu pedi licença e não passei o cargo pra ninguém. Que eu não sou besta.

Besta eu sou só aqui mesmo nessa gazeta escrota.

Atualmente sou mais Editor do que Papa.

É isso.

Não desapareça mais não.

Abraços e um excelente final de semana.

Deixe uma resposta