DEU NO JORNAL

A reação agressiva da oposição ao convite à atriz Regina Duarte deu ao presidente Jair Bolsonaro, segundo fontes do Palácio do Planalto, a certeza de que ele foi feliz na escolha da nova titular da Secretaria Especial de Cultura do seu governo.

Regina foi atacada e até ameaçada, após o convite.

A doce “namoradinha do Brasil” não se deixou impressionar, mas fez um apelo dramático aos apoiadores, nas redes sociais: “Fiquem comigo, vou precisar saber que estão comigo”.

Críticos que duvidam da capacidade de Regina Duarte, inclusive na classe artística, mal disfarçam o caráter preconceituoso contra mulher.

* * *

Existe um método infalível pra saber se uma medida do governo é boa ou é ruim.

É só pesquisar o que as zisquerdas acham desta medida.

Se falam mal, então a medida é excelente.

Taí a dica:

Quando vocês quiserem saber se Bolsonaro errou ou acertou, é só perguntar o que Gleisi, Maria do Rosário e Goiano disseram.

Leiam o texto de hoje do nosso colunista, que está aí embaixo, e comprovem que o atual governo está ótimo.

Atenção, sem gozação ou sacanagem: leiam mesmo o texto de Goiano, linha por linha.

Nosso estimado colaborador é uma bússola segura, um farol eficiente pra nos orientar.

3 pensou em “UM MÉTODO INFALÍVEL

  1. Caro Berto, hoje eu li a coluna do Goiano, todinha.

    Fi-lo (eita Jânio Quadros) pelo interesse científico sobre a psicopatia.

    Ele acha que o Bolsonaro está traindo sua mulher com a Regina Duarte! Que não houve favorecimento algum nos empréstimos do BNDES a empresários e governos amigos, que a ameaça de tornar o Brasil uma Venezuela se tivesse continuado com o PT é piada.

    No fim tenta nos convencer que os doidos e asnos somos nós, que vemos estas coisas de forma diferente.

    Enfim, foi o Goiano em estado bruto, nunca nos decepciona.

    • Não nos decepciona, nem nos surpreende. É um caso incurável, oftalmopático e sombrio de zisquerdismo. Se Deus vier do infinito e tentar mostrar a realidade pra ele, ele não vai acreditar. E dirá que só acredita no que o Deus Lula fala.

      • É, Berto; a surpresa seria uma decepção, pois formamos uma convicção de que os esquerdopatas têm uma doença incurável.

        Aqui mesmo nesta Gazeta em outro espaço, um tal Valter Ego (seria o mesmo do Power Guido?) sugeriu uma censura a mim.

        Óbvio que é um delírio, porém é a prova cabal da doença.

Deixe uma resposta