CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Prezado Berto,

Que momento tão agradável, o de ontem.

Tenho me divertido como nunca.

Agradeço, mais uma vez, pela oportunidade para essa “palestra” sobre a China.

Como essa viagem me marcou muito, com as estórias que contei, é que sempre gosto de repeti-las.

Mas estava preocupado que a plateia não gostasse.

E no final, acho que agradou.

Aproveito para enviar o link do vídeo que eu falei durante a apresentação.

Ele é de maio deste ano, ou seja, ainda no início da pandemia, mas é um dos melhores que já recebi explicando como se dá a “criação” de vírus nos mercados chineses. Vale a pena assistir. 

Muito obrigado amigo.

Apenas uma reparação, sobre o “tom irônico” da apresentação:

Não lembro quando acessei o JBF pela primeira vez, em algum momento entre 2011 ou 2012, talvez. E foi graças a um comentário no extinto blog do Ricardo Setti.

De lá para cá…. um vício incontrolável!

E desde a primeira vez, o que ficou marcado para mim, nos textos do Luiz Berto, na sua redação impecável, foi a sua veia irônica e sarcástica, no trato, principalmente, da política e das canalhices do dia a dia de banânia.

Meu caríssimo, veja o que aconteceu: “peguei” a sua ironia !!!

A culpa é sua !!!

Um grande abraço a você e a toda essa maravilhosa comunidade fubânica.

R. Êita peste!

Ganhei o dia e fiquei ancho demais com essa sua apreciação sobre este Editor inxirido.

Meu caro, sua palestra de ontem foi excelente. Você é um cabra arretado!

Você diz na sua mensagem que “acha que agradou”.

Pois fique certo que agradou mesmo.

Agradou foi muito!!!

A conversa, o debate e a troca de ideias depois de sua exposição também foram ótimas.

Até eu me soltei e falei besteira que só a peste!!!

Agora, só tá faltando a gente convencer os fubânicos desligados, desleixados e preguiçosos pra não deixarem de participar de modo algum deste encontro semanal.

Um encontro que relaxa, diverte e une mais ainda a nossa patota.

Quinta-feira que vem, dia 5 de novembro, vai ter mais.

Abaixo, o flagrante de um momento de ontem.

E, logo após, o vídeo que você utilizou na sua apresentação.

Deixe uma resposta