CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Berto e amigos fubânicos,

Que momento tão prazeroso esse de ontem, da minha primeira participação no cabaré do Berto.

Fiz um print da tela, no momento da apresentação, e envio para vocês, da lembrança deste tão agradável encontro.

Até o próximo encontro.

R. Tô ferrado!

O nome pegou mesmo: Cabaré do Berto.

E olhe que não fui eu quem inventou essa escrotidão…

Pois é, meu caro, este nosso encontro semanal das quintas-feiras está crescendo cada vez mais.

Ontem a Renata Duarte, professora universitária e doutora no assunto, nos brindou com uma palestra excelente, intitulado “As Úrtimas do Purtugueis”, diretamente de Campo Grande-MS.

Uma aula arretada, movimentada, alegre e muito divertida.

E a participação da patota foi intensa. Uma patota que tinha gente de todos os recantos deste imenso país. Do norte e do sul, do leste e do oeste.

Quem não apareceu nem imagina o que perdeu!!!

Veja só o flagrante abaixo, que me foi enviado pelo criador da plataforma onde ocorre o evento, o colunista fubânico Maurício Assuero.

Na primeira fila aparece a Renata, ao lado da imagem da colunista Violante.

Você está na fila do meio, lá no final do lado direito, embelezando tudo com um sorriso maroto.

Eu também estou na fileira do meio, com a mão na testa, ao lado do escrotíssimo Rodrigo de Léon e seu magnífico bigode pampeiro..

Veja bem: estou com a mão na testa não é pra esconder nada!!!

É só pra fazer pose mesmo.

Semana que vem tem mais.

Vai ser sucesso de novo, com toda certeza.

22 pensou em “RÔMULO SIMÕES ANGÉLICA – BELÉM-PA

  1. Prezados amigos,

    Vejam o que flagrei!

    Humberto Costa, também conhecido como Hum Certo Bosta, participando do Cabaré do Berto.

    Vejam atentamente a fotografia no canto inferior esquerdo. Sempre pelas esquerdas, como não poderia deixar de ser.

      • PQP ……

        Adonis e Sancho …..

        Além de velhos estão cegos e confundindo um certo bosta com um errado Arthur Tavares……..

        Na postagem da Renata, que serve de abertura deste comentário, só faltou o …… …. ” Lavo pinto e corto “, como gritou alguém, ,,, acho ….

        Essa foi foda …. Um certo bosta …..PQP..!!!!!

        Não brinco mais

      • Ta parecendo conversa de maluco.
        Só não é porque aqui nesta gazeta nao tem nem um maluco……
        O Adonis tá vendo assombração PTista e o Sancho dando corda.
        “Escrarecendo”
        Um certo bosta mao compareceu. Foi um errado Arthur Tavares mas agora nao brinco mais
        PQP….. um certo bosta…..
        Kkkkkkkkk….

  2. Devo repetir o registro feito em outra postagem: foi um sucesso estrondoso a apresentação de Renata Duarte, falando sobre as úrtima du portugêis! Recorde absoluto, vai pro Guiness, foi anotada a presença de 38.647 pessoas, oficialmente, pelo sistema de computação do Jornal da Besta Fubana (a PM, com seu sistema defasado de contagem, anotou 22 viventes, número que deve ser desconsiderado por absolutamente irreal), tendo sido registrada também a ausência de pra mais de cem mil.

  3. O Cabaré do Berto já é um sucesso. Nos aproxima, um pouco mais daqueles que a gente lê e admira. Infelizmente, talvez por questão de logística, não temos a mesma liberdade do blog. Lá a gente entra mudo e sai calado.

    • Candidatando-se junto ao Assuero como “palestrante” de uma dessas quintas, o amigo terá todo o tempo do mundo para nos trazer um pouco mais de si…entrarás falante e sairás aplaudido.

      e palmas para Renata, que, para surpresa de ninguém, foi encantadora.

      • Meu caro Sancho. Até que eu não sou de falar muito. Três pessoas, prá mim, já é multidão, mas é meio frustrante a gente ir no cabaré e não dar nem um alô pros quengos e prás quengas,né não?

          • Beni, aqui todos têm direito de falar, até mesmo os machos alfa; basta abrir a boca e manifestar-se, e se até agora só os gueis tenham falado não é por falta de abertura

        • Caro Beni, faça feito eu: dê uma de inxirido e fale mesmo. Se meta na conversa dos outros. Se a gente não fizer isto, os cabras de conversa comprida não irão dar colher de chá pra gente. Neste cabaré todos tem direito de abrir a boca e dizer o que quiser, na hora que quiser. Não desanime: bote pra quebrar!!!

          • Grande Luiz Berto. Fico agradecido e emocionado com o seu apoio. Ainda mais vindo do dono do cabaré. Só aumenta o respeito e a admiração que tenho pela sua pessoa, mas, realmente, não tenho o cacife de tantos que fazem o JBF, principalmente na arte de falar em público, Mas, valeu pela força. Beijo no seu coração e muita paz na sua família.

    • Não Beni, você está enganado. O espaço é livre. Se você tiver um tema pra falar é só mandar. Eu peço para o pessoal fechar os microfones durante a apresentação para não ter sons externos. O Maurino fez uma fabulosa palestra. A Renata não é colunista e falou. Se quiser é só mandar o tema

      • Pessoal, peço perdão. Sem querer, acabei criando uma pequena revolução aqui nos comentários. Não era essa a minha intenção. É que a gente começa a seguir e a ler as ideias de muitos, aqui no JBF e fica fã. Aí, de repente o cara tá ali, na nossa telinha, ao vivo e dá vontade de dizer alô Berto, Alô Sancho, Arthur, Assuero, Goiano e tantos outros não menos notáveis. Como castigo, pela minha rebeldia, vou sugerir um tema para uma próxima reunião: “Causos de família”. Todo mundo tem uma história familiar engraçada.

  4. Ligaram para o Merisvaldo e perguntaram: o senhor lava a cabeça ? Meri respondeu: sim, lavo. Nova pergunta: é quanto é para lavar a cabeça? Meri respondeu: 15 reais. Nova pergunta : e quanto é para lavar a rola toda ? Meri respondeu: vá tomá no cú, fio de uma égua.
    .

  5. É uma honra e um prazer enorme contatar diretamente com os bestafubanenses que tanto admiro.

    Uma hora passa rapidinho (feito promoção de motel de estrada).

    Tenho dito e reafirmo: Nossas quintas-feiras jamais serão as mesmas após a descoberta do point Cabaré do Berto.

Deixe uma resposta