DEU NO JORNAL

Alexandre Garcia

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) tentou colocar em pauta a convocação do presidente Jair Bolsonaro para depor na CPI. Mas o artigo 50 da Constituição permite apenas a convocação de autoridades submetidas ao presidente da República e não ele. Acho que o parlamentar estava tentando desviar um pouco a atenção dos governadores ao chamar Bolsonaro para depor.

Outra coisa: o regimento interno do Senado proíbe que comissões parlamentares de inquéritos investigem assuntos relacionados aos estados. Mas esse não é um assunto de estado e sim de verba federal, por isso o Tribunal de Contas da União vai até o município analisar os gastos com verba da União.

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) propôs a convocação do pastor Silas Malafaia, mas o pedido foi recusado pelo presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), com a justificativa que muitos o seguem e acreditam nele. Será que ele indefere qualquer pessoa que tenha muitos seguidores?

O objetivo era ter como depoente quem aconselha o presidente da República. O senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), filho do presidente, confirmou essa tese e reforçou que chamar ele seria bom.

* * *

Governadores convocados na CPI

Os senadores da CPI da Covid decidiram convocar governadores para depor. Entre eles, Ibaneis Rocha (DF), Wilson Lima (AM), Waldez Góes (AP), Helder Barbalho (PA), Marcos Rocha (RO), Antônio Denarium (RR), Carlos Moisés (SC), Mauro Carlesse (TO) e Wellington Dias (PI).

A convocação do governador do Piauí é boa dada a questão do Consórcio do Nordeste que comprou respiradores e eles não chegaram. No entanto, faltou convocar Carlos Gabas, que é o secretário executivo do grupo.

Foi bom terem convocado o governador amazonense Wilson Lima porque também chamaram Paulo Barauna, da White Martins, empresa que fornece oxigênio para Manaus e outras grandes cidades do país.

E também foi aprovada a reconvocação do ex-ministro Eduardo Pazuello. Eu fico pensando que os senadores estão chamando ele de novo porque não conseguiram descobrir nada da primeira vez e não sabem o que fazer. Isso virou o vale a pena ver de novo, mas realmente essa reprise é válida. Como eu sempre digo, os membros da CPI estão revelando mais que os depoentes.

12 pensou em “RANDOLFE DESCONHECE A CONSTITUIÇÃO

  1. Aproveitando o gancho, o senador Marcos Rogério eno senador Girão mostram todos os dias a estratégia do governo: retardar ao máximo os trabalhos da CPI, para ver se acaba em pizza.

    É tão nítido esse comportamento que o senador Aziz espinafrou publicamente o Girão ““Vossa excelência é um oportunista pequeno”.

    Quanto aos governadores, acho que irão recorrer ao STF contra a convocação.

    E a convocação do Malafaia é a troco de quê? Sobre as vacinas? Bobajada pura.

    A questão central da CPI, as vacinas, está patente nos depoimentos.

    O Araújo e o Wajngarten disseram que apenas atendiam pedidos do Ministério da Saude. O ministro-zumbi Pazuello (simples assim, um manda e o outro obedece) não explicou nada e ainda disse que as declarações de Bolsonaro eram quase uma brincadeira. A Tenente Cloroquina, Mayra (deve ser novamente rebaixada – a sargento) não seguiu orientações de nenhuma autoridade médica, mundial ou nacional porque “somos uma nação soberana”. Mas defende o uso profilático de um remédio que é antiparasitário e anti protozoário.

    Cito aqui as palavras do Senador Oto Alencar em debaye dom a Tenete Cloroquina

    ““Tem alguma medicação pra evitar que uma criança pegue sarampo? Só a vacina, né?”, questionou Alencar a Mayra. Ela confirmou: “Só a vacina”.

    “Paralisia infantil: só a vacina. Varíola: só a vacina. H1N1: só a vacina. Como é que inventaram agora que hidroxicloroquina pode evitar coronavírus? É um absurdo. E dizer que é antiviral. Não tem nenhum estudo para comprovar, a não ser o estudo que deve ter sido feito sem os protocolos normais”

    Ao final de sua fala, Alencar pediu que a secretária corrija a informação de que a hidroxicloroquina é um medicamento antiviral. “Corrija isso. A hidroxicloroquina é antiparasitário, antiprotozoário, não tem estudo nenhum, a não ser estudo que não tem comprovação pré-clínico e clínico para dizer uma bobagem dessa”, disse o senador.

    Perdoem a extensão do texto, mas era preciso.

    Alguém é o culpado. Se não foi nenhum servidor nem o presidente, só pode ter sido o vírus, que não deixou comprar vacinas antecipadamente.

    Abraços

  2. Hipólito,

    Hoje a tua diarreia mental está no apogeu! Vai falar merda assim na puta que te pariu.

    Faça-nos um grande favor: Vá conversar suas imbecilidades lá nos protestos do PT e pare de nos encher o saco.

    E lavar as mãos com álcool, não é um tratamento antiviral?

    Para seu governo, a vacina Sabin É UM ANTIVIRAL, ao contrário da vacina Salk. Foi por isso, por atuar ANTES da infecção se instalar, que a mesma foi adotada, em detrimento da Salk.

    O que este canalha está fazendo, negar a possibilidade de dar um tratamento precoce aos infectados, isto sim É GENOCÍDIO!

    Pior ainda são os imbecis baba-ovos que ficam se masturbando e repetindo as canalhices desses bandidos.

    Qual é a tua, hem cara? Tu tá querendo o que? Vê se nos esquece e vai te juntar a tua turma de jumentos a encéfalos.

    • Dr Adonis,
      Se me permite, vou comentar sem usar a linguagem grosseira (característica de V, Sa.)

      “E lavar as mãos com álcool, não é um tratamento antiviral?” Adonis, antiviral somente vacina. Não há outro tratamento, até a Sargento Cloroquina admitiu isso.

      “Para seu governo, a vacina Sabin É UM ANTIVIRAL, ao contrário da vacina Salk”. Exato, meu chapa. Por isso a vacina Salk (criada pelo Dr Jonas Salk) deixou de ser usada contra a pólio.

      Tratamento precoce par a Covid é o mesmo que usar camisinha para uma relação sexual que não temos a menor certeza de que ocorrerá.

      Finalizando, espremi suas palavras e delas não saiu nada. Procure raciocinar em vez de atacar com palavrões. Isso é recurso de quem não tem recursos.

      Como dizem no Rio de Janeiro, “bronca é ferramenta de otário”.

      Saudações limguaferínicas

  3. Prezados, eu e meus familiares fizemos uso precoce de medicação e graças a Deus fomos vitoriosos e estamos contando a história, detalhe, prescrito por médico da família, que também fez uso em casa, é intensivista, ele, esposa e filha, pegaram essa triste doença!

    • Êpa!

      Você fez uso precoce e não contraiu. Beleza. Mas a pergunta é: se não usassem a cloroquina teria contraído? E o médico que lhe receitou (e toda a sua família) pegou o vírus?

      Ou seja, o vírus contradisse o medico.

      Lí aqui um comentário, se não me engano do Francisco, que teve um colega de trabalho que dizia que não iria se vacinar, estava se tratando com cloroquina e, infelizmente, faleceu após ter contraído o vírus.

      O senador Oto Alencar disse que preferia que se tomasse um copo d’água em vez uso precoce da cloroquina. A água não tem efeitos colaterais.

      Abraços

  4. O médico que é nosso parente fez tratamento precoce após sintomas. Agora como explicar o caso de pessoas que se vacinaram e se infectaram? O que dizer do Agnaldo Timóteo? Gente, a China está fazendo tratamento precoce, teve municípios brasileiros que os prefeitos o fizeram, é uma guerra, tudo que puder ser usado na luta para sobrevivência é válido, o problema é que aqui em nosso país politizaram ao invés de unirem forças!

    • Caro Luiz

      Como concordou a Tenente Cloroquina em seu depoimento, a proteção contra qualquer vírus é a vacina.

      O resto são, concordo, tentativas de se antecipar. Os resultados são variáveis, como sabemos. Quanto aos que, vacinados, contrairam, quem sabe o motivo? Poderiam estar com o vírus e serem assintomáticos, ai a vacina não funciona; poderia ser algum aspecto específico de seu organismo que reagise à vacina, tornando-a inoperante? Sei lá.

      Eu só sei que me vacinei. E a vacina é a solução adotada mundialmente; tratamentos precoces, não.

      Abraços

        • Prezado Linguaferina

          Tu só sabes ofender, mas não me importo. Temos sempre que conviver com trogloditas.

          Deve haver uns 1000 estudos a favor e outros tantos contra. É só procurar no Google. Talvez você consiga a opinião de um especialista esquimó de renome mundial para sustentar seus delírios.

          Eu, como brasileiro leigo prefiro seguir as autoridades médicas brasileiras. Veja hoje, o atual ministro da Saude está fazendo um bom trabalho, só não deve falar contra as convicções do Bolso.

          Se eu fosse discutir artigos médicos com qualquer coleguinha aqui, seria pura perda de tempo.

          Ah, eu falo muito bem o espanhol, tenho um inglês razoável e entendo um pouco de francês e italiano. Mas não entendo muito da língua grosseira que tu falas.

          É a tal lingua ferina?

          Ahhhh

          Atenciosamente

  5. DESSES EM BRASÍLIA QUANTOS CONHECEM A CONSTITUIÇÃO?? NENHUM, POIS O ÚNICO EXEMPLAR QUE EXISTIA, DERAM PARA BOLSONARO NO DIA DE SUA POSSE, LEMBRAM?.

Deixe uma resposta para Luiz Xavier de Lira Filho Cancelar resposta