DEU NO JORNAL

O papa Francisco fez uma agressão pesada ao Brasil, maior país católico do planeta.

Solicitado a nos abençoar, optou pelo preconceito e a mentira para dizer que o Brasil “não tem salvação”, em razão de “muita cachaça e pouca oração”.

Ao ligar o maior país católico do mundo ao estigma da “cachaça”, o papa mostrou que é só um argentino preconceituoso chamado Bergoglio.

* * *

Num nega mesmo ser argentino, esse tabacudo safado.

Nunca antes o Trono de São Pedro foi tão maculado e desonrado.

Quando ele falou de “muita cachaça”, se referindo ao Brasil, na certa estava se lembrando do seu parceiro de ideologia, o ex-presidiário Lula.

Essa figura asquerosa é uma vergonha pros católicos do mundo todo.

“Pela cara e pelo bafo já dá pra ver: tás com o cu cheio de cachaça.”

9 pensou em “MITRA CONSPURCADA

  1. DEVE TER SE REFERIDO A LULA POIS É O ÚNICO BRASILERIO QUE ELE CONHECE QUE É CHEGADO A MUITA CACHAÇA E POUCA ORAÇÃO.

  2. O ódio ao governo brasileiro está estampado nesta fala do Bergóglio.

    Se a referência de brasileiro dele é o Lulla, então ele está certo; Brasileiro bebe muita cachaça.

    Só um lembrete, Bolsonaro não bebe bebida alcoólica. Não vejo isso como virtude, apenas para demonstrar que o Argentino não estava se referindo a Ele.

    Quero ver se virá alguma desculpa, a imprensa está numa passação de pano imensa para o Papa idiota.

  3. Eu sempre afirmei nos meus comentários que esse Papa é um
    grande filho da puta vermelho, argentino e que não perde uma oportunidade
    para criticar o Brasil.

    Que ele tem cara de Bicha, isto ele tem.

  4. O Brasil está mais por baixo do que cú de cobra, na cabeça dos esquerdistas. Agora até um argentino metido a besta, porque conseguiu uma residência perpétua na Europa, resolveu falar mal dos brasileiros.

  5. Pior, foi a atitude passiva, ridícula, antipatriota e covarde dos brasileiros que aceitaram a ofensa desse comunista teleguiado e ficaram rindo.
    Se deixassem, iriam até lamber o saco desse maléfico inquilino do Vaticano.
    Se fosse comigo tinha virado as fuças dele pra trás.

Deixe uma resposta