JOSÉ RAMOS - ENXUGANDOGELO

Lá pelos primeiros anos da década de 60, ainda residindo em Fortaleza, e após ter ingressado na Faculdade de Filosofia do Ceará (FAFICE), naquele tempo localizada na avenida Luciano Carneiro, tive iniciações de conhecimento de Antropologia, uma das matérias da grade curricular.

Antropologia e Sociologia, lembro bem, passeavam muito pela heterogênea formação da população brasileira. Nascidos na Rússia vivendo e Santa Catarina; italianos e japoneses, em São Paulo; portugueses e espanhóis, no Rio de Janeiro.

Atualmente, em Vargem Grande, interior do Maranhão, existem várias famílias procedentes do Paraná vivendo da plantação e colheita da soja. Registre-se que, tanto a Agricultura quanto a Pecuária, tiveram crescimento importante no Estado. A Agricultura com a soja, e a Pecuária com bovinos e ovinos, isso sem contar com a crescente qualidade na produção das aves. Como dito antes, com procedências de países europeus, eles certamente colaboraram de várias formas, mas também sofreram como as misturas dos significados das palavras que usamos na vivência diária.

Mostramos, a seguir, três palavras escritas de formas diferenciadas, mas praticamente com o mesmo significado, de acordo com cada Estado ou região.

I – Saliente

No Maranhão, diz-se que Jô Soares está sendo saliente

Significado de saliente: Significa, pessoa assanhada, metida, atirada, abusada e muito intrometida. Além de não ter noção do seu comportamento inadequado nos ambientes em que se encontra.

No Maranhão, além de todos os adjetivos listados acima, acr4escenta-se mais um: pessoa “imoral” que vive atentando ao pudor e “saindo da linha” independentemente de quando e onde esteja.

II – Abusado

Criança “abusada” e sem respeito

O “abusado”, que tem o mesmo significado de “saliente” e “enxerido”, é mais e costumeiramente utilizado no Rio de Janeiro, para rotular e identificar pessoas que não se comportam de forma adequada, ou não dão muita atenção ao respeito pelos outros.

Sinônimo de abusado: ousado, audacioso, destemido, valente, corajoso, bravo, impávido, intrépido, arrojado, audaz, resoluto, temerário, atirado, afoito. insolente, petulante, desaforado, descarado, folgado, abusado, desabusado, confiado, sem-vergonha, desavergonhado, irreverente, arrebitado, impertinente grosseiro, cínico, desfaçado, desabrido, saído, abelhudo, intrometido, metediço prepotente, pedante, petulante, presumido, pretensioso, presunçoso, arrogante, convencido, metido, marrento, emproado, empolado, afetado, snob, esnobe, topetudo, gabarola, prosa, orgulhoso, vaidoso, vanglorioso, presuntuoso, soberbo.

III – Enxerido

Macaco “enxerido” aboletando os seios da visitante

Pessoa que se intromete em assuntos que não lhe diz respeito ou que não foi convidada. Pessoa metida. Intrusa. Penetra.

Rico em imaginação para a “invencionice” e mais ainda para a deturpação dos significados, o brasileiro nascido tanto no Rio Grande do Sul, em Pernambuco, no Rio de Janeiro, no Ceará ou em São Paulo, vai inventando coisas que, às vezes, só ele sabe o significado.

Poucos sabem com qual sentido o brasileiro rotula alguém de “engolidor de espadas”, e muitos ainda desconhecem o sentido pejorativo do “queimador de roscas”.

Vagina, xereca, priquita, xona, xana, vulva, perseguida, passarinha, periquita, genitália, rachada, priquito, significam a mesma coisa em qualquer lugar do Brasil. No Maranhão, nos últimos anos, inventaram também o tal do “toucinho de porco”.

Da mesma forma, nos bares da vida, detratando a escolha dos baitolas, já toma conta do palavreado, dizer que, certos coloridos “estão fazendo regime, e não comem toucinho”, preferindo paio defumado.

Deixe uma resposta