DEU NO TWITTER

* * *

Que lindinho!!!

Que fofinho!!!

Que encantadorzinho!!!

Barrosinho, com seu notável saber jurídico e sua reputação ilibada, dando dicas semanais de livros, pensamentos e músicas.

Inclusive citando o livro de Gabeira, cuja primeira edição está ali na minha estante.

Confesso a vocês que fiquei comovido e emocionado com tão supremo e terno exemplo.

Um delicado e charmoso togado dando expediente na internet – o dia todo e todos os dias -, é a coisa mais linda que eu já vi nesta nossa republiqueta bananífera.

E vou aproveitar pra pegar carona na postagem de Sua Insolência pra também recomendar um livro.

Trata-se de “O Romance da Besta Fubana“, que já está na 4ª edição.

Um livro que recebeu o prêmio Prêmio Literário Nacional, do Instituto Nacional do Livro/MEC, categoria Melhor Obra Publicada, em 1985, e também o Prêmio Guararapes da União Brasileira de Escritores, em 1986.

Pra adquirir o livro, basta entrar na página de Editora Bagaço clicando aqui.

E é baratinho, baratinho. Um precinho besta mesmo.

Meus estimados leitores podem comprar logo um monte de volumes pra presentear os amigos.

Não só volumes da Besta Fubana, mas também dos meus outros títulos.

A compra é feita com tranquilidade e segurança, e você recebe a encomenda pelos correios.

E como hoje é sábado, início de um magnífico final de semana, vou aproveitar a oportunidade pra me amostrar mais um pouquinho.

Aqui vão algumas opiniões sobre a modesta obra deste editor inxirido, publicadas na grande mídia deste país (no tempo em que a grande mídia era séria e crível…).

* * *

Ao avançar na leitura do texto, vi-me possuído por crescente admiração e não me continha em exclamações de grande apreço, pois o Romance da Besta Fubana de fato se ia revelando das melhores coisas que havia lido nos últimos anos“. Ênio Silveira – Editor

Inspirado na literatura de cordel, Berto colhe nesse gênero popularíssimo o arcabouço da narrativa e também os seus personagens. Com um estilo que lembra Ariano Suassuna e Márcio de Souza, O Romance da Besta Fubana mostra um escritor imaginativo e bem-humorado“. Mariam Paglia Costa – Revista Veja

A cada momento, ressalta uma novidade, uma experiência singular, um simples dizer original, que, na verdade, aumenta a admiração do leitor não apenas pela maneira de narrar do escritor, mas pela singularidade que sua descrição encerra. O livro é uma das melhores coisas realizadas ultimamente“. Edisio Gomes de Matos – Correio Braziliense-DF

O contrapeso fica por conta dos ingredientes fantásticos e o resultado acaba sendo uma leitura divertida e curiosa“. Salete Maria Cara – Jornal da Tarde-SP

O mundo das letras brasileiras, e pernambucanas em particular, se enriquece de mais um narrador original e criativo“. Luiz Beltrão – Diário de Pernambuco-PE

Nas perspectivas abertas por Jorge Amado, João Ubaldo Ribeiro e Luiz Berto, a vida brasileira é uma aventura picaresca vivida por uma multidão de pícaros generosos e nacionalistas. Importa, acima de tudo, que tenha crescido em dificuldade e complexidade o índice qualitativo do romance brasileiro“. Wilson Martins – Jornal do Brasil-RJ

Este é um romance que se destaca entre tantos que foram publicados nestes últimos anos. E por várias razões. Entre as quais é preciso destacar o mundo mágico de Palmares, sem dúvida muito mais rico e fantástico do que Macondo, que deu fama universal a seu autor“. Jorge Medauar – Jornal de Letras-RJ

Esse pernambucano de Palmares, chamado Luiz Berto, está neste rol dos escritores que podem fazer a mochila e sair batendo perna pelo mundo, sem fazer vergonha. O Romance da Besta Fubana me chamou a atenção pela originalidade de sua linguagem: o caboclo escreve e sabe que sabe escrever“. Ubiratan Teixeira – O Estado do Maranhão-MA

É nesse sentido que este maravilhoso Romance da Besta Fubana, de Luiz Berto, deve ser lido. Como um dos mais criativos e verídicos romances brasileiros dos últimos anos“. Eduardo Francisco Alves – Revista Manchete-RJ

7 pensou em “O EDITOR SE AMOSTRANDO ÀS CUSTAS DO TOGADO

  1. De todos os monstros do STF, como Gilmar, Tóffoli, Fachin, Xandão de moraes, Lewandowski, etc., o ministro BARROSO é de longe o mais perigoso. Barroso é o típico capacho da elite globalista e fiel cãozinho do projeto imperialista chinês. Além do mais ele é burro, escreve mal, possui o raciocínio deformado e sofre de uma quase total ausência de valores.

    Homossexual escondido em um casamento de fachada, foi íntimo e cúmplice do monstro pervertido e traficante de crianças (para fins sexuais e de comércio de órgãos), João de Deus. É um defensor do mega criminoso Lula, do terrorista assassino Cesare Battisti, da ONU e sua agenda totalitária 2030, e do maior corruptor de crianças e adolescentes do Brasil, o psicopata Felipe Neto. Barroso defende a liberação das drogas, o marxismo cultural da escola de Frankfurt, o ativismo judicial, a ideologia de gênero, o transhumanismo, o feminismo, a teoria crítica da raça, o aborto, a pedofilia e o ódio ao cristianismo. Ele Confessa que ajudou a formar o PT e que o comunista Karl Marx e o genocida Lênin são as duas maiores influências do seu pensamento. Barroso é também o principal responsável pela criação da falsa CPI dos criminosos Aziz e Renan que busca não só desgastar o presidente com a criação de falsas narrativas sobre corrupção na compra de vacinas, bem como produzir um falso relatório a ser apresentado em cortes internacionais acusando o presidente de cometer crime de genocídio.

    Barroso jamais respeitou cargos eletivos e finge não enxergar a vontade de milhões de brasileiros apenas para continuar servindo a uma agenda globalista totalitária e criminosa, e insistindo na defesa do nosso corrupto sistema eleitoral que vem há décadas possibilitando não só a presença de milhares de políticos corruptos em todas as instâncias de poder, como também a manutenção de um “status quo” criminoso que vampiriza a população, impossibilita seu crescimento econômico e nos mantém dependentes internacionalmente e ajoelhados como país.

    Barroso é peça-chave na engrenagem maligna de uma guerra híbrida que cada vez mais ameaça o Brasil mesclando táticas de guerra política e ciberguerra bem como outros métodos de influência, tais como desinformação, falsa diplomacia, subversão, lawfare e intervenção eleitoral externa.

    Barroso é uma pessoa completamente doente, um hipócrita e uma personalidade perigosa que precisa ser imediatamente removida do Supremo Tribunal Federal e conduzida à força a uma prisão ou, quem sabe, a um hospício.
    Maurício Mühlmann Erthal
    TSE informa: 7,2 milhões de votos anulados pelas urnas! A diferença de votos que levaria à vitória de Bolsonaro no primeiro turno foi de menos de 2 milhões .
    O TSE tem obrigação de esclarecer os motivos que levaram à anulação de mais de 7,2 milhões de votos que representam 6,2% do total. A anulação só pode acontecer em voto de papel, porque permite rasuras ou ambiguidade.

    Se você enviar para apenas 20 contatos em um minuto, o Brasil inteiro vai desmascarar este Bandido. NÃO quebre essa corrente. Os incautos precisam ser esclarecidos antes que seja tarde demais…

    • Parabens!!!
      É isso mesmo e um pouco mais.

      Mas…
      – A gota d’água já secou…
      – A corda já puiu de tanto esticada!
      – A cobra vai fumar… talo seco de maracujá.
      E nada de BOM aconteceu!

      …as pedras estão rolando.
      …os moinhos estão empoeirados.

      O sinal de quando será aceso o pavio… que explodirá o paiol?
      A senha é:
      A contra-senha:

  2. Barroso vai ficar excitado quando ler o Romance da Besta Fubana.
    Ele vai até recomendar a leitura e ficar fantasiando sobre a bimba da Besta.

  3. Para mim, o maior valor dos livros do Berto, é que eles são escritos em Brasileirense, i. é., todos os escritores escrevem em português, mas muito poucos escrevem em brasileirense como Berto, como o Suassuna, como Veríssimo, p/ex.
    escrevem dentro da nossa realidade e criam um mundo ‘” original e todo seu ”
    que nós entendemos e aplaudimos pois também é todo nosso.
    Se alguém me pergunta se gosto de Machado de Assis eu digo que não, como
    leitor brasileiro, pois prefiro algo mais terra a terra, com todo o linguajar e
    acontecimentos bizarros típicos da nossa brasilidade. dos nossos valores e defeitos que fazem parte da nossa realidade. Já li e reli todos os livros do Berto e os tenho
    todos autografados que guardo como relíquias literárias.

  4. Pingback: O EDITOR SE AMOSTRANDO DE NOVO | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe uma resposta