CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Papa Berto:

Ontem Ângela Gurgel visitou o Cabaré do Berto para ensinar uma receita diferente: a turma acostumada tomar cachaça, rum com água de coco, cerva gelada, etc. aprendeu como se tempera Café com Poesia. Ângela fez na medida certa: nem quente, nem frio, nem doce, nem “aguado”, com letras, carinho, sentimento.

Neto Feitosa começou a fuxicagem na porta do Cabaré e foi um achado. Neto tem mais tempo de vida fácil do que se imagina!. Contamos com a presença de verdadeiras joias da cultura potiguar. O que me chama a atenção é que o pessoal está muito bem organizado e movimentando a cena, apesar da pandemia.

Dentre os presentes, destacamos: Colly Holanda (quando Deus distribuiu expressividade, essa entrou na fila umas cem vezes) Marcelo Almeida, Aristeu Teixeira, Hélio Fontes, Violante Pimentel, Jairo Juruna, Edilson Xavier, Arael Costa, Magnovaldo Santos, Ivon Sacramento, Rômulo Angélica (nosso bom Rômulo de volta com um sorriso largo nos lábios e tirando o cabelo da testa), Fernando Gonçalves, Carlos Domingues, Francisco Leite, Nonato, Rilza Silva, Marlene Maurício, Vanda Maria (show de bola, a mulher não declama, clama poesia!), Dulci Aguiar, Manoel Moraes (Bernardão), Fábio Tácito e tantos outros que passaram para tomar uma bicada de cana e se mandaram.

Neto Feitosa, que não perde tempo, gravou tudinho e disponibilizou no “iutubo”.

Para assistir ao vídeo completo, com mais de uma hora e meia de duração, basta clicar na imagem abaixo e ver a beleza de poesia com a qual Ângela Gurgel temperou o café:

Meu caro Papa, o Cabaré começou como uma brincadeira de “desocupados”, mas tem se tornando uma opção extraordinária para que gosta de cultura, de literatura, de poesia.

Salve Adélia, Flávia, Ângela, Vanda, Dulci, Aida, Ozany, e tantas outras mulheres talentosas…

Salve Dedé Monteiro, Neide Nascimento, Marlon Torres, Wellington Vicente, que desfilaram seu talento no salão do Cabaré.

R. Foi uma noite inesquecível.

A poetisa portiguar Ângela Gurgel nos proporcionou um espetáculo magnífico de talento e de muita graciosidade.

De fato, como bem você bem disse, o cabaré tem se tornado uma opção extraordinária para quem gosta de cultura, literatura e poesia.

Um sucesso a cada quarta-feira.

Semana que vem tem mais!!!

2 pensou em “MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

  1. Sei que não mereço perdão pelos vários encontros que perdi. Quero apenas registrar minha admiração e dar os parabéns à poetisa Ângela Gurgel e ao grupo Café com poesia. Merece todos os encômios.

Deixe uma resposta