CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Grande Papa Berto,

pense se é fácil encontrar um vivente neste mundo que não seja “chegadim” num cafezinho. Misture com leite, tome puro, beba no claro ou no escuro, cappuccino, expresso, de cocô de jacu (eu mesmo já tomei um de cocô de rato – um rato indiano), agora Café Com Poesia só mesmo uma pessoa talentosa como Ângela Gurgel pra dizer como tempera.

Ângela é um talento ambulante. Escritora, formada em Filosofia, Ciências Sociais, membro (cabeça e tronco e também) da ALAMP – Associação Literária e Artística das Mulheres Potiguares e vai adentrar no Cabaré nesta quarta-feira, dia 2 de junho, para contar como se tempera o Café com Poesia.

Maurino quando soube mandou logo perguntar se Maurinha, do Beco do Cuscuz lá de Paulo Afonso, poderia participar da ALAMP, mas só mulheres potiguares. Bote aí no lombo da Besta e convide os desleriados para esse momento supimpa.

Para participar, basta clicar aqui.

Vai ser das 19h30 às 20h30, mas pode se achegar mais cedo que o cabaré estará aberto e servindo, caipirinha, rum com água de coco, espetinho de coração de frango, em homenagem a Marcos Mairton.

Abraços

R. Edital publicado, convocação feita.

Você, meu caro amigo, criador da plataforma que permite o nosso encontro semanal, é o mais competente gerenciador de cabaré com quem já tive a oportunidade de conviver!

Estaremos todos lá a partir das sete e meia da noite, para prestigiar a apresentação da talentosa poeta Ângela Gurgel, um grande nome da literatura  do Rio Grande do Norte. 

E como você se referiu ao também colunista fubânico Marcos Mairton, vamos ouvi-lo cantando a composição de sua autoria intitulada “Coração de Frango”.

Com uma particularidade interessante: acompanhado por um conjunto formado por cegos.

Mairton, além de competente Juiz Federal, é também um talentoso músico, poeta e compositor.

Esta apresentação foi no programa Leruaite, apresentado pelo escrotíssimo Falcão.

Deixe uma resposta