A PALAVRA DO EDITOR

Num postagem feita domingo passado aqui no JBF, o fubânico Sancho Pança fez o seguinte comentário:

“Sugiro que o editor-chefe aproveite tais manifestações pró-BRASIL para confeccionar camisetas do Jornal da Besta Fubana para venda em todo o Brasil, demais países e até em outros planetas. Seria um marketing interessante para a maior gazeta do UNIVERSO e uns caraminguás para o custeio das despesas com a sagrada pinga da Chupicleide.”

A sugestão de Sancho foi complementada pelo leitor Josjman com esta observação:

“Mande uma foto da Besta Fubana que eu faço a camiseta com a aprovação do Papa Berto. Tenho uma fábrica de camiseta. Nós poderíamos fazer uma parceria com sua permissão. Moro em Salgueiro, Pernambuco. E sou de Currais Novos, Rio Grande do Norte”.

Este Editor tem a dizer o seguinte:

Meu caro Josjman, vamos tocar a ideia pra frente.

Quer dizer, vocês vão tocar a ideia.

Aprovo sem restrições.

É só aparecer alguém pra criar a camiseta e você se encarrega de produzir.

Não tenho qualquer intenção de lucrar com o empreendimento: o lucro é pra você, o fabricante, e para o idealizador da camiseta.

Pode comercializar à vontade e usar esta gazeta pra fazer a divulgação.

Tenho certeza que muitos leitores irão adquirir o produto.

A cachaça de Chupicleide vai continuar sendo custeada com as generosas doações dos nossos leitores.

Se tiver algum cabra talentoso por aqui que queira criar a camiseta, fique à vontade e me avise.

Colocarei o artista em contato com o Josjman.

Ou, então, o próprio Josjman pode fazer tudo por contra própria.

Mãos à obra.

3 pensou em “MÃOS À OBRA

  1. Ah, as ideias… como é bom tê-las e partilhar cada uma delas… A generosidade é, para Sancho, a maior virtude humana…

    Vida que segue neste tão conturbado Brasil…

  2. Embora eu seja uma desenhista espetacular cuja modéstia me impede de detalhar tamanho talento, não poderei colaborar. A Besta é uma espécie de dinossauro verde . Tenho horror a dinossauros.

    • Srta Trevejo,
      Trevejo “te vejo” aqui… Quem tem horror a dinossauros JAMAIS viria até nossa Jurássica Gazeta, onde nos reunimos nesta segunda Era Mesozoica da imprensa tupiniquim. Inclusive o Sancho é tão simpático como o Horácio (um filhote de T Rex), da Turma da Mônica.

      “Eu não sabia que aquele era um bonito dia de sol! Até conhecer minha primeira noite escura e fria! E outros dias e noites de tempestades, de nevascas e de inundações! E fiquei gostando cada vez mais dos belos dias de sol.” (Horácio, da Turma da Mônica)

      Modéstia à parte… Que seus dotes de desenhista espetacular (palavras suas) sejam revelados e colabore com o Berto, podendo, inclusive passar a fazer charges diárias para nosso JBF.

      Recorro novamente ao maravilhoso Maurício de Souza, para enternecer seu duro coração, Luciane Gisele:

      Cebolinha: – Eu aqui, com um ploblemão, e você não tá nem aí?
      Cascão: Sabe o que tem de bom nesse problema?
      Cebolinha: O quê?
      Cascão: Não é meu.

Deixe uma resposta