CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Prezado editor,

por favor divulgue esse vídeo no seu especialíssimo espaço.

Tem ainda alguns poucos (cada dia menos) que insistem em defender o indefensável.

Vamos tentar abrir seus olhos, se é que é possível…

Deixe uma resposta