CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Caro Luiz Berto, 

Melhor poder votar, se arrepender e, até questionar sua opção, do que não poder votar, ter de aceitar alguém imposto e nem sequer poder reclamar.

Parece que ninguém está preocupado – salvo os candidatos – com a eleição do dia 15, próximo.

Sim, existe uma eleição aqui, não só nos USA.

As mídias contam e recontam os votos daqueles candidatos; os sempre presente “especialistas” palpitam com ar grave, tentando transmitir seriedade ao que falam, a favor ou contra.

Aliás, divagando, incrível como existem “especialistas”; se uma autoridade reclamar de unha encravada, encosto etc.; se um espirro acontecer de alguma “autoridade”, surgem os especialistas.

Ocupam horas e horas de debate nas mídias sobre qualquer tema; incrível mesmo é ter tanto especialista…

Pergunto o que fazem, quando não estão dando “pitacos” sobre sua especialidade…

Mas, teremos uma eleição aqui, sim, aqui no nosso Brasil, de norte ao sul, de leste ao oeste.

Em país sério teríamos a maior de todas as eleições, pois estaremos elegendo autoridades ou legisladores que estão o mais próximo de nós.

Prefeitos e vereadores moram ali, em pequenas cidades; moram lá nas grandes, mas estão sempre aqui, no nosso solo municipal.

Outros, deputados, senadores e presidente se tornam aves raras, e, exceto quando o mandato acaba e querem continuidade voltam a aparecer.

Talvez fossem até vizinhos, mas agora são distantes…

É o que temos; ao invés de ficarmos preocupados se Biden ou Trump seria a melhor escolha, o correto é pensar aqui e, sonhar nossos sonhos: que um dia será melhor que outro.

Um dia dá certo.

Existe uma piada sobre Aureliano Chaves – alguém se lembra, não da piada, mas dele? – onde se pergunta: “se houver eleição, o senhor disputa?”; ele responde” Digo!”.

Inté!

5 pensou em “JOSÉ ALVES FERREIRA – SÃO PAULO-SP

  1. Só dando um pitaco sobre algo que escreveu : Especialistas !!!
    Eu concordo com você , em gênero .número e grau no que disse sobre estas figuras ” interessantes ” e acrescento , sem eles tem a solução para todos os problemas , por que ao invés de ficar vomitando as suas soluções mirabolantes , não a leva pra quem tem o problema ? Se a pessoa ou a entidade não aceitar , por que não publica aquilo que ele acha que seria a solução para que no futuro , cobremos dele ou de quem não aceitou a sugestão

  2. Caro José, o que está em jogo na eleição americana, não é uma simples disputa doméstica entre Democratas e Republicanos; é o futuro da Humanidade, é saber qual o rumo que teremos.

    A eleição do dia 15 é importante para saber como fica nosso bairro, nosso município nos próximos 4 anos. É importante? É, pois de certa forma antecipa o que virá em 2022.

    Realmente tem deputados e senadores que se tornam aves raras, especialmente estes últimos, que têm 8 anos de mandato. Mas a hora da eleição chega e eles têm que prestar contas de seu mandato.

    No que tange ao PR, nunca tivemos um que se misturasse tanto ao povão. Se Biden ganhar nos EUA, acho que o Sistema virá com tudo para tirar a reeleição do Bolsonaro. Se lá eles conseguiram fraudar cédulas de eleição (há inúmeros casos aparecendo), aqui, com urnas eletrônicas, farão o diabo, menos deixar JB ficar mais 4 anos.

    • … é fim da picada, caríssimo Arthur.

      Mas (eleitoreiro mas), realmente estão liderando? É que possuo o péssimo hábito de só acreditar no DataBesta do “felomenal” Berto.

  3. Caro José Alves,

    Neste terras tupiniquins permanecemos com dois grandes perigos para a sociedade: bêbados com carteira de motorista e idiotas com título de eleitor. ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2020: Estamos em ano eleitoral. Vale a pena lembrar que, um povo que vota nas coxas acaba tomando na bunda.”

Deixe uma resposta