DEU NO JORNAL

O Ministério do Turismo estabeleceu que a Fundação Roberto Marinho (FRM) terá de devolver R$ 54 milhões ao Fundo Nacional de Cultura.

A quantia havia sido liberada pelo governo federal, com a finalidade da entidade construir o Museu da Imagem e do Som (MIS), na cidade do Rio de Janeiro.

No entanto, a FRM teve suas contas reprovadas, segundo portaria do Poder Executivo, publicada na segunda-feira, 26.

* * *

Acabei de enviar mensagem ao Ministério do Turismo.

Informei que a Fundação Besta Fubana, como apenas 1% desta verba de 54 milhões que será devolvida, construirá aqui nesta gazeta escrota um Museu da Imagem e do Som virtual.

Com um acervo bem mais atraente e interessante do que o da Fundação Roberto Marinho.

No nosso museu, na parte de imagens, vai aparecer o mascote Polodoro com sua monumental pajaraca.

E na parte de sons, irá brilhar o Velho Peidão, soltando bufas afinadas em dó maior.

Deixe uma resposta