8 pensou em “HOMEM DE PALAVRA

  1. Mais uma frase do Lula que não vai passar na Globo e nem na grande mídia.

    “Eu não vou enganar o povo de novo”. Lula – 07/10/2020 em entrevista ao El País.

    Aguardo uma lustrada de panos do Goiano justificando que não foi bem isso que ele quis dizer ou qualquer coisa assim.

    Fico imaginando se fosse Bolsonaro a dizer uma barbaridade destas. Estava acabado.

    • Correção: o que Ele disse foi: “Eu não vou enganar o povo mais uma vez”. Não faz diferença nenhuma com o que coloquei acima, mas como está entre aspas.

  2. Como disse Augusto Nunes sobre a entrevista do Witzel .

    Para se fazer uma boa entrevista não se precisa fazer perguntas agressivas , é só deixar a pessoa falar .

    E aí vem a verdade .

  3. Pobre de um povo que depositou suas esperanças nesse arremedo de ser humano!!
    No dia em que limparmos, e se um dia limparmos nossa educação de todo o esquerdismo e paulofreirismo, que nos fazer ser um dos povos que mais se aproxima dos chimpanzés, não pela genética, mas pela “inteligēncia”, esse picareta admirador das mais genocidas ditaduras mundiais, não passará de uma nota de rodapé nos livros!! A ver…

  4. Primeiro, vamos falar da TV Besta, da reunião que tivemos ontem, o memorável dia 8 de outubro de 2020, que poderia ser qualquer dia da semanas mas, como convém, tratou-se de mais uma quinta-feira cheia de graça e pundonor: Foi bom. Marcos André chegou com meia hora de atraso e umas desculpas esfarrapadas, já tinha oito mil trezentas e sessenta e sete pessoas aguardando, sendo apenas oito pelos cálculos da Polícia Militar, mas recuperou brilhantemente a procura do tempo perdido e foi aquela bagunça de sempre. Ao final, foi possível registrar, sem mentira nenhuma, onze mil, seiscentas e quarenta e duas almas viventes antenadas na TV Fubana, assistindo ao falatório e participando ativamente. Já o registro da PM, como sempre defasado, disse que só foram 21, como se isso aqui fosse jogo de cartas.
    Quanto ao ato falho de Lula, dizendo que não vai enganar o povo mais uma vez, não houve ato falho, houve apenas a ausência, por parte dos ouvintes bolsonaristas, do pensar, pensar, pensar professor! Ou, talvez, excesso do pensar bolsonarista, que é aquele tipo de pensar que torce tudo para ajustar-se ao modo fascista de ser.
    Pois bom, o que disse Lula?
    Lula locuta:
    “A palavra frente ampla virou uma coisa mágica. Qualquer solução, vamos criar uma frente ampla. Uma frente ampla para quê? Eu quero saber o seguinte, se você quiser construir uma frente ampla neste país para você recuperar os direitos que os trabalhadores perderam, para fazer uma reforma tributária em que os ricos paguem imposto de verdade, para que possa dar cidadania ao povo excluído desde o tempo da escravidão, estou disposto a fazer uma frente ampla. Mas fazer um arranjo por cima, apenas para mudar a nomenclatura, sem dizer o que vai acontecer com o povo pobre… eu já tenho idade demais, eu já vivi demais, eu já tenho experiência demais, e eu não vou enganar o povo mais uma vez. Eu não vou enganar o povo. Só tem sentido fazer uma frente ampla se for para devolver ao povo trabalhador deste país os direitos que tiraram dele”, declarou Lula.”
    Lula não é burro. Talvez se possa dele dizer que não dispõe de elevação formal tipo terceiro grau e, assim como Kassio Nunes, de pós-graduações (embora Lula tenha uma porrada de títulos de Doutor, Doutor, tás sabendo? honoris causa, dados por países desse mundo inteiro de Meu Deus! Porque Lula não só é O Cara, é também O Bicho, ou O Fodão, como preferires, meu caro leitor.
    Então, acompanhe o raciocínio em profundidade funda:
    Lula disse:
    “eu já tenho experiência demais, e eu não vou enganar o povo mais uma vez. Eu não vou enganar o povo.”
    O que ele disse?
    Disse que o povo vem sendo enganado, mas ele, Lula, não o fará! Porra!
    Vamos raciocinar?

Deixe uma resposta