CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

NOTÍCIAS DO CABARÉ

Nesta quinta-feira dezessete de dezembro de 2020 AC (Ano da Covid), tivemos mais uma apresentação do Cabaré do Berto com algumas reclamações de pessoas que informaram que está pegando mal esse nome: Quando têm de se ausentar de um ambiente e dizem que está não hora de ir para o cabaré todos se ofendem: – Porra, o safado está deixando a novena para ir para a farra?

Bem, mas o objetivo desta carta à redação do jornal mais escroto da Internet é para comunicar que a apresentação de Roque sobre as Pérolas do ENEM foi um sucesso de público e de renda, embora a maior parte dos espectadores fossem bicões que participaram com ingressos grátis distribuídos magnânimamente por Assuero, fazendo caridade com o chapéu alheio.

Vamos ao relatório:

A PM, com sua incompetência para contar gente em multidões, veio dizendo que havia mais de quinze pessoas assistindo. Quando reclamamos pela imprecisão eles disseram que foram pelo menos 21.

Oras, nada a ver. Na verdade, nossos registros que são feitos estatisticamente, palmo a palmo, assinalaram recorde absoluto de espectadores: 347.825.

Registrou-se, ainda, a ausência de pra lá de 480.000 pessoas, o que também ultrapassou todas as expectativas.

Também devemos destacar uma ocorrência inédita: 18 pessoas pediram a devolução do dinheiro. Como foi esclarecido antes, aqui não tem esse negócio de satisfação garantida, quem achar ruim vá reclamar ao Papa da ICAS (*).

Um ponto alto do evento foi verificar que teve pessoas assistindo do exterior, desde Poitiers a Paris, na França (ficou uma dúvida se Maurino estava no Parque Buttes Chaumont em Paris ou nas arábias…).

Para concluir, além da presença das pessoas que não vieram verificou-se a ausência de Sancho Pança e de Adônis, fora os outros presentes que não compareceram.

Aviso importante: Por causa das festas do fim de ano, as duas próximas transmissões serão às terças-feiras, 22 e 29 de dezembro, sempre às 17h30m, se não me falha a memória, se estiver errado me corrijam, ou não.

Consta que no dia 22 Berto foi escalado voluntariamente embora completamente contra sua vontade para contar coisas do genial e enigmático Orlando Tejo, autor de Zé Limeira, Poeta do Absurdo, que deixou maravilhas do non-sense como:

Um dia eu tava acordado
No mais rancoroso sono
Passou uma cobra azul
Falando num microfono
E um mudo gritando embaixo:
– Vim buscar o meu abono.

Até terça, não deixem de faltar!

Orlando Tejo

16 pensou em “GOIANO BRAGA HORTA – PETRÓPOLIS-RJ

    • Não, Jairo, continua às 19h30m. E a mudança para as terças-feiras afetará apenas as duas próximas furduncices. Depois continua às quintas.

  1. Eita explanação da porra Goiano!

    Infelizmente fiquei ausente das Pérolas do ENEM de Roque Nunes. Problemas na internet que fudeu com a maioria dos usuários do Nordeste!

    No meu bairro, em Cajueiro, foi um desastre!

    O Cabaré do Berto pegou, fincou o pé e é sucesso universal para quem curte “as besteiras são as bases da saberia”.

    Não assisti, mas gostei. Tudo é questão de empatia. E o Cabaré do Berto é isso.

    Parabéns, Assuero pela ideia; aplauso para Jesus de Ritinha de Miúdo que cunho o título!

    Isso é que é coisar!

    • Cícero, tua ausência foi notada e sentida. Outros frequentadores assíduos também faltaram, mas Assuero resolveu não descontar, dados os motivos justos apresentados. Podes passar para pegar o abono.

Deixe uma resposta