DEU NO TWITTER

9 pensou em “ESSE REMÉDIO JÁ FOI BOM…

  1. Allan e A Verdade Está Lá Fora,
    1) a reportagem falava de estudos e pesquisas promissores, mas qual foi o resultado?
    2) quanto à zica e à microcefalia, sabem no que deu?
    Notícias dizem que
    “A cloroquina obviamente está sendo testada, e faz todo sentido, mas tudo ainda é inconclusivo”, afirma o biólogo brasileiro Alysson Muotri, que em 2018 esteve na linha de frente das pesquisas de zika e cloroquina nos Estados Unidos. “Ainda há alguns dados contraditórios e não há resultado experimental positivo [contra o coronavírus], mas testar me parece justificável”, defende. Há dois anos, a equipe de Muotri na Universidade da Califórnia em San Diego, nos EUA, descobriu que a cloroquina pode imunizar camundongos contra o vírus da zika. Apesar de animadores, os resultados do laboratório nunca foram replicados em humanos por falta de pacientes, e a busca por um remédio acabou interrompida. “A zika diminuiu, hoje há poucos casos de infecção, e por causa disso não houve ensaio clínico [em pessoas]”, explica Muotri, que atualmente estuda o coronavírus. “Estamos começando a entender o impacto dele no cérebro humano. O centro das atenções é pulmonar, é claro, mas há cada vez mais casos de impacto também no sistema nervoso do paciente”, afirma. No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) trata a cloroquina como solução, ainda que não haja evidências científicas nesse sentido.”
    Está la no UOL, matéria recente, de 2e de abril de 2020.

    • Certissimo Tarcísio. Cabeça de alfinete este Goiano e a Globosta.
      E como eles são defensores do aborto não se importavam se cloroquina matava ou não

      • Penso (sofrido pensamento) em Cuba, Venezuela, Nicaragua e na peronista Argentina e uso minha cabeça-de-alfinete para matutar sobre as incongruências zisquerzóides esquerdopantes da canhota deste Brasil onde TODOS os partidos políticos são de esquerda, a imensa maioria da mídia comunga os mandamentos da esquerda, certos cursos universitários são 99,9% dominados pela canhota e “uzartistas” atingem 100% de vocação esquerdística. NUNCA chego a nenhum conclusão.

        Uso minha cabeça-de-alfinete confessadamente de “direita”, enquadrando-me entre aqueles que o señor Guevara gentilmente mandaria para o “paredón”, para fazer uma pergunta que não quer calar: sabedores que somos, que o único personagem desta gazeta escrota CONFESSADAMENTE canhoto é o Goiano, qual é o percentual de canhotos nesse aquário fubânico?

        • Sancho, por favor, não use para si o epíteto cabeça-de-alfinete. Foi desenvolvido para se referir exclusivamente a esquerdopatas militantes e jamais por pessoas esclarecidas como vc.

          • Por São Eça de Queirós!!! Manda quem pode, obedece quem tem juízo! Assim procederei!!!!!

            Mas (maldito mas), tem horas (a maioria delas) en que o Véi Pança tá mais para cabecinha do que pessoa esclarecida.

    • Inclusive circula material na internet com o tal Maduro (amado pela esquerda brasileira?) falando maravilhas sobre o uso da cloroquina na Venezuela nesta pandemia do coronavírus.

  2. É por isso (cloroquina com azitromicina) zerou os pacientes das UTI no Piauí. Aí vem o UOL e diz que não é verdade pois foi omitido que existem muitos em tratamento domiciliar e também em leitos ambulatoriais no hospital, ou seja segundo o UOL o tratamento usando cloroquina com azitromicina só funciona se o paciente estiver na UTI.

Deixe uma resposta