DEU NO JORNAL

Relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) destaca que a resposta rápida do governo do Brasil à crise da pandemia impediu que até 23 milhões de pessoas entrassem na extrema pobreza.

Sem o auxílio, esse percentual teria aumentado de 6,7% para 14,6%.

* * *

Eu pensei que esse negócio de impedir a “extrema pobreza” fosse uma ação originária e exclusiva de Lula e do PT.

Confesso que não entendi esta notícia aí de cima…

Ainda mais dada por uma insuspeita entidade financeira internacional, o FMI.

A notícia diz também que “o governo do Brasil” deu uma resposta rápida à crise que assola o mundo.

Pelo que me disseram, o “governo do Brasil” vem sendo exercido ultimamente pelo Supremo Tribunal Federal, o poder constitucionalista.

Será que isso foi ordem de Gilmar?

Ou teria sido de Tofffoli?

Ou foi uma decisão colegiada do STF que impediu que 23 milhões de brasileiros entrassem na miséria?

Os bem informados leitores fubânicos bem que poderiam me ajudar a sair deste dilema.

2 pensou em “DÚVIDA

  1. As pessoas têm memória curta, além de panfletária: Quando a crise da epidemia do Covid 19 atingiu em cheio o Brasil, o presidente da república Jair Messias Bolsonaro queria dar um auxílio de duzentos merréis à população pobre e sem renda, mas o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou na quinta-feira (26 de março de 2020) que o valor do auxílio mensal a ser pago aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus poderia ser de R$ 500. O valor é maior do que o pagamento de R$ 200 mensais previstos pelo governo federal. O plenário da Casa está reunido neste momento para apreciar a proposta. Foi o que informou a Agência Brasil.
    Jair Messias Bolsonaro saiu-se bem nesse episódio, deu a chamada volta spor cima, quando o Congresso decidiu que em vez da merreca dele iria dar R$ 500,00, ele aumentou para R$ 600,00 para sair bem na fita. E não só saiu, como a população foi beneficiada por essa guerra de quem dá mais. Foi graças a isso que o Brasil enfrentou a crise em melhores situações, mantendo na medida do possível o consumo, pelo menos nas áreas essenciais, especialmente alimentação e contas a pagar. O cara soltou a grana porque foi levado amarrado. 💰💰💰

  2. Pingback: MEMÓRIA PANFLETÁRIA: EXISTE SIM | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe uma resposta