DEU NO JORNAL

O Brasil só tem lições a dar durante a COP26, a conferência do clima em Glasgow, na Escócia, em novembro próximo.

A começar por ser o País que mais preserva as matas e as florestas.

De acordo o chefe-geral da Embrapa Territorial, Evaristo Miranda, um dos maiores especialistas do mundo, só as áreas de proteção mantidas pelos produtores em suas propriedades, estimadas em 2,8 milhões de quilômetros quadrados, representam extensão maior que 186 dos 195 países que fazem parte da ONU.

Esses estudos, que impressionam pelo detalhamento, estão disponíveis no site da Embrapa e têm precisão impressionante de cinco metros.

Evaristo Miranda contou que os críticos do Brasil no exterior alegam receberem dados, quase sempre mentirosos, enviados por brasileiros.

Ele desfez a lorota de que a agricultura avança nas florestas.

A área de cultivo ocupa 7,8% do território nacional, e não é necessário ampliar.

* * *

Vou repetir um trecho dessa notícia aí de cima:

“Os críticos do Brasil no exterior alegam receberem dados, quase sempre mentirosos, enviados por brasileiros.”

E eu fiquei curioso…

Quem seriam estes brasileiros, estes patriotas que enviam “dados mentirosos” para os críticos do Brasil no exterior?

Hein?

Eu não faço a menor ideia de quem sejam.

Talvez os leitores desta gazeta escrota possam nos ajudar.

Deixe uma resposta