DEU NO JORNAL

Completa três anos nesta segunda (6) a facada que quase matou Jair Bolsonaro.

Apesar de a PF ter identificado laços do criminoso Adélio Bispo com facções criminosas, ele foi considerado inimputável.

* * *

Ao ler a palavra “inimputável”, contida na notícia aí de cima, me lembrei logo da palavra “puta”.

E, automaticamente, me veio à lembrança  uma celebridade lustrosa e brilhante que está dominando o noticiário nos últimos dias.

Aí, logo em seguida, me deu vontade de gritar “Vá pra puta que pariu!!!”

Os psicólogos fubânicos certamente devem ter uma explicação pra essa minha estranha associação de pensamentos.

1 pensou em “ASSOCIAÇÃO DE PENSAMENTOS

  1. Ele não só é inimputável. Seu sigilo telefônico, contas bancárias, telemático, fiscal é inquebrável, assim como o dos seus advogados. Não podem entrevistá-lo, ou seja, ele é incomunicável. Ou seja, trancaram o cabra e jogaram a chave fora.

Deixe uma resposta