ASAS RECLUSAS

– asas detestam cadeia,
disse-me um passarinho.
mas se o mal está por perto,
recolhe-se ao lugar mais certo,
fica dentro do seu ninho.

E, assim, preso em sua cela,
não abraça, canta apenas,
chora as dores da distância,
soluça com elegância
saudade lhe enfeita as penas.

vai guardando o seu vôo
pra quando puder voar.
e ao raiar desse dia,
porta aberta pra alegria,
Vai beijar e abraçar.

Toda a série FORROBOXOTE, Livros e Discos, disponível para compra no site Forroboxote. – Link BODEGA. Entregas para todo o Brasil.

Deixe uma resposta