JOSÉ RAMOS - ENXUGANDOGELO

As curvas perigosas da vida

A caminhada tem sido longa até aqui – e as estradas cheias de curvas, algumas surgindo intempestivamente, molhadas e, por isso, derrapantes. A atenção precisa ser redobrada.

Há perigo em cada esquina, e o sinal está fechado pra nós. Melhor esperar “esverdear”, até que a nova estação seja a primavera, onde as folhas amarelecem, e algumas pétalas se desfolham com o leve tocar do vento.

Assim, poderemos seguir para atravessar, e continuar a caminhada na direção do porvir, agradecendo cada sol poente para criar forças e enfrentar o novo sol nascente – do amanhã.

“Corrijo num segundo
Não posso parar
Eu prefiro as curvas da estrada de santos
Onde eu tento esquecer
Um amor que eu tive
E vi pelo espelho na distância se perder
Mas se o amor que eu perdi eu novamente encontrar
As curvas se acabam
E na estrada de santos não vou mais passar
Não, não vou mais passar”

Cuidado com as curvas que podem estar molhadas

O amanhecer chega, e a cada dia traz um perigo novo. Antes, tempos atrás, o cheiro próprio do caminho servia de bússola – a simples a necessária umidade facilitava o caminhar, pois todas as curvas eram conhecida. Reais. Apenas o tamanho da estrada era diferente.

E o novo perigo foi provocado pelo desmatamento. Tá tudo diferente e o olhar cada curva de frente, causa uma sensação de perigo. As curvas se agigantam e a gente nem pode mais pretender se guiar pelo cheiro – aquele, o inconfundível.

Cuidado com as curvas. As curvas na estrada da vida, além de sinuosas, são também perigosas.

4 pensou em “AS CURVAS NAS ESTRADAS DA VIDA

  1. Cuidado com as curvas, a visão dela engana muito ou precipita as coisas que deveriam seguir o seu curso normal. Todo Cuidado é pouco, nunca é demais para uma pessoa prevenida andar com o freio de mão puxado. Pesquisas comprovam que os homens se envolvem em mais acidentes que as mulheres, e o pior é que muitas vezes esquecem-se de usar o cinto de segurança e acabam perdendo o controle, o que torna o acidente ainda com mais chances de GRAVIDEZ…

  2. Altamir, realmente, Qualquer descuido pode gerar um acidente de percurso indesejado que, no mínimo poderá gerar uma pensão alimentícia, né não?

  3. Zé Ramos, curvas, encruzilhadas, trepidações, estrada de terra, solavancos….tem de tudo na estrada. Nas curvas conto com a força centrípeta pra não sair pela tangente. Mas, tenho me perdido no resto, principalmente nas encruzilhadas. Quatro caminhos que as vezes não levam a nada. E como diz Djavan “só eu sei, as esquinas por que passei….”. Agora as curvas que você colocou não dá pra olhar pelo espelho.

    • Assuero: algumas curvas, quando estão debaixo d´água, é melhor nem olhar! Parece até que a gente vai para a BR-3!

Deixe uma resposta para Maurício Assuero Cancelar resposta