12 pensou em “ARREBENTA

  1. Quantas e tantas vezes o velho caminhão de Sancho percorreu recantos iguais e esse. Meus olhos se perderam na imensidão. Belíssima foto, señor Souto!

    “O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente… E assim é com a vida, você mata os sonhos que finge não ver.” Quintana, Mário

  2. Você aviva nossos senhos, Pariceiro, quando traz aos nossos olhos essas imagens linda do Nordeste!

    Parabéns pela belíssima paisagem!

  3. Pariceiro, já lhe sugeri fazer um exposição dessas fotos. Quando passar esse período, veja com a secretaria de cultura do estado. Tem um espaço num armazém no marco zero que acho que cabe

  4. SE VOCÊ CHEGAR NA CASA
    DE UM CABOCLO DA MÃO GROSSA
    AVISTAR LOGO UM CACHORRO
    UM JEGUE E UMA CARROÇA
    NÃO PRECISA PERGUNTAR
    SE ELE NASCEU NA ROÇA

    LEONARDO BASTIÃO

    • Filme: Leonardo Bastião, o poeta analfabeto

      Duração: 22 minutos

      Prêmios: “Melhor Roteiro” no Viva Film Festival, na Bósnia-Herzegovina; “Melhor Edição” no Indo-Global International Film Festival, na Índia; e “Melhor Documentário em Curta-metragem”, no Top Indie Film Awards, no Japão.

      O velho Sancho viu e recomenda.

      Importantíssima também a série de reportagens “Poetas analfabetos do sertão do pajeú de Pernambuco” (publicado noJornal do Commercio.

      De uma ponta a outra, JBF é um celeiro de cultura e informação.

Deixe uma resposta