DEU NO JORNAL

O resultado do PIB brasileiro calou os economistas do apocalipse como o FMI, que previu contração de 9%.

Apesar da covid, a queda de 4,1% é o terceiro melhor desempenho entre as 10 maiores economias do mundo antes da pandemia.

Apenas China, que cresceu 2,3% e foi a única com resultado positivo, e os EUA, com -2,3%, obtiveram resultados melhores em meio ao distanciamento social, lockdowns e demissões inevitáveis.

Atrás do Brasil estão Japão (-4,8%), Canadá (-5,1%), Alemanha (-5,3%), Índia (-7,7%), França (-8,3%), Itália (-8,8%) e o Reino Unido (-9,9%).

Ações como orçamento de guerra e auxílio emergencial foram decisivos para reação da economia, que cresceu 3,2% no último trimestre de 2020.

* * *

Eu já falei que não entendo porra nenhuma de economia e de números.

De números, eu só acompanho mesmo as contas que tenho de pagar religiosamente todo mês.

Quanto aos números relativos a este bicho bruto, o tal do PIB, vocês perguntem pro Ceguinho Teimoso, que entende de tudo e discorre sobre todos os assuntos.

Os números contidos nesta notícia aí de cima são bons ou ruins pro nosso país?

Se são ruins, é culpa do presidente, é mais um cagada de Bolsonaro?

Aguardemos a resposta.

6 pensou em “A BRUTALIDADE DO PRODUTO

    • Goiano Se os números aqui no BR são ruins pra caralho, Japão (-4,8%), Canadá (-5,1%), Alemanha (-5,3%), Índia (-7,7%), França (-8,3%), Itália (-8,8%) e o Reino Unido (-9,9%) então são o que?

      Leve em conta que em julho, o FMI e o mercado previam para o BR uma queda de 9%.

      Ah, na lista acima não entram a Venezuela (-30%) e Argentina (-12%), países comandados pela esquerda competente.

  1. Goiano, considerando seu QI alto, sua cultura refinada, sua intelectualidade atilada, subtraindo seu viés ideológico e político, os números podem até ser ruins, mas o que dizer dos demais, capitalistas ferrenhos e paraísos capitalistas. Acho que você é um gozador e tem uma verve corrosiva. Give a time!

  2. João Francisco e Adair, respondi à provocação em seus devidos termos.
    Os números são ruins.
    Não importa se na casa do caralho foram piores – isso não significa que aqui foram bons.
    É claro que grande parte da reuindade, se não toda, não foi causada pela incompetência do Jair Messias Bolsonaro, é culpa da pandemia do Covid 19, nos reflexos sovbre a economia mundial e no tanto que a epidemia no Brasil agiu.
    Se fosse pela cabeça do presidente estaria pior: uma das causas do menos pior desempemnho da economia foi o auxílio emergencial de R$ 600,00 (se fosse por nosso presidente da república os bons efeitos seriam três vezes menor – isso para não falar do fim do auxílio e da retomada em bases menos impactantes) e pelo suporte financeiro a empresas.
    Vamos que vamos, Jair Messias Bolsonaro só está com a cabeça de fora e respirando por aparelhos porque grande parte dos problemas nacionais se debitam ao vírus.

  3. Tirando a China com suas estatúpidas, os países mais bem sucedido no mundo são os EUA do maldito homem laranja e o Brasil do Bozo…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *