CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Meu Papa,

Neste Sábado, 20 de junho, na Rede GLOBO Nordeste, logo após o Jornal HOJE – 14 horas, será exibido o documentário DOMINGUINHOS – 70 ANOS.

Se não tiver havido edição no filme original, tive a honra de vê-lo cantar trecho de minha canção ORAÇÃO DO SANFONEIRO, ao lado da querida IRAH CALDEIRA.

Se eu fosse você eu não perderia.

José Domingos de Morais, o Dominguinhos (1941-2013)

R. Meu estimado Cardeal e colunista fubânico,  num vou perder o programa de jeito nenhum!

Hoje de tarde irei rever este documentário, cujo link eu já destaquei na sua mensagem aí em cima.

Os leitores que clicarem no link e abrirem o documentário, verão que o trecho onde Irah Caldeira canta Oração do Sanfoneiro está em 24:44 s,

Um documentário com pouco mais de 50 minutos.

Você diz que teve a honra de ver Dominguinhos cantar trecho de sua música Oração do Sanfoneiro, ao lado da nossa amiga comum Irah Caldeira, essa talentosa mineira que adotou a Nação Nordestina como lar.

Pois eu tive a alegria de ver Irah Caldeira cantar sua belíssima composição – essa merecida homenagem à figura do sanfoneiro -, acompanhada pelo saudoso Mestre Camarão, um músico pernambucano de grande talento.

O vídeo está no final desta postagem.

Isto foi no Teatro da UFPE, em janeiro de 2009.

Eu e Aline estávamos na platéia maravilhados com aquele espetáculo.

Já lá se vão mais de 11 anos…

9 pensou em “XICO BIZERRA – JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE

  1. Que delicia de forró ….

    Minha alma nordestina se perde nos sonhos com estas canções….

    Que se fodam o STF e os canalhas contra o Brasil ……

    Curtir uma canção destas neste ritmo gostoso do XOTE não tem preço …..

    Obrigado Xico por um belo inicio de dia …!!!

  2. Grande Poeta Xico:

    Com essas postagens você nos desvia o cérebro da pandemia putrificada, provocada por todos os políticos brasileiros e os ministros do STF, com raríssimas exceções!

    Isso é uma bênção nos ofertadas por quem tem inteligência e sensibilidade

  3. Caro Cícero, quisera ter poderes de minorar os transtornos dessa pandemia. É difícil. Eu mesmo fui avô há 20 dias e não conheço Vinicius. E olhe que ele mora a 500 metros de minha casa. O outro, Bernardo, de 6 anos, só o vi 2 vezes nos últimos 90 dias. Este mora a 1 km de distancia. É ou não é pro cabra se entristecer?

    • Oh! Xico,

      “Não é só pra o cabra se entristecer!” “É pra enlouquecer o coração mesmo!!”

      E saber que tudo isso foi provocado pela ganância humana, agrava mais ainda nossa esperança nos macacos pelados que usam calças jeans!

  4. Grande poeta,

    Um grande sábado começa com algo tão gradioso como a señora Caldeira, uma bênção nos ofertadas por quem tem nos ofertado tanta coisa maravilhosa.
    Grande abraço!!!!

  5. Saudade arretada da mocidade. Do Sertão dos Inhamuns até a Praia da Boa viagem.
    *os oios se enche d’água que até vista se atrapaia*.
    **Cuitelinho

    • Trecho de Cuitelinho
      A tua saudade corta
      Como o aço de navaia.
      O coração fica aflito,
      Bate uma e outra faia.
      E os oio se enche d´água
      Que até a vista se atrapaia.

      Folclore recolhido por Paulo Vanzolini e Antônio Xandó.
      BORTONI-RICARDO, S. M. Educação em língua materna. São Paulo: Parábola, 2004.

  6. E amanhã, domingo, 21.06, às 12.30h, tem mais: REDE GLOBO, no programa TAMANHO FAMÍLIA, o Cantor e Músico MILLA DO ACORDEON será a atração juntamente com sua família. No programa ele cantará SABOR DA FELICIDADE, xote de nossa autoria.

Deixe uma resposta