CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Berto,

O Sertão de Irecê (BA), está ” muiado”.

Em outubro e novembro de 2021, choveu mais de 320 mm.

Foram plantados em torno de 120 mil hectares de milho e 20 mil hectares de mamona.

Se as chuvas continuarem em dezembro e janeiro, é grande a possibilidade de uma boa safra.

Feijão, só uns poucos saudosistas plantaram.

Plantio de mamona, Fazenda Garça Branca

Plantio de milho, safra 21/22

Plantio de milho, safra 21/22

14 pensou em “WELINTON ALENCAR – IRECÊ-BA

  1. Os olhos riem de emoção vendo uma paisagem assim.

    SOMENTE a Natureza pode proporcionar essa beleza à Terra e esperança ao povo nordestino!

    • Caro Welinton, fico muito feliz de ver que a BA está seguindo a vocação para o agro. O restante do NE também vai ser alavancado com as águas transposição do R. S. Francisco, proporcionando muita riqueza.

      Quanto aos adubos, no início de plantio em uma área não é necessário, pois terras com pouco uso não o necessitam. Depois, ao longo das safras é necessário, assim como os defensivos e desenvolvimento de espécies adaptadas, para potencializar a produção. Foi assim que o Centro Oeste se transformou no maior produtor de grãos do Brasil e o 2º maior do mundo.

      E ainda tem gente que acha que o Brasil está parado.

      • Meu caro João. O platô de Irecê é um caso à parte.
        Não é o cerrado com terras quimicamente pobres,
        Latossolos ( LA, LVA- amarelos/ vermelhos), profundos, geralmente acidos (Ph abaixo de 6,0), comumente apresentam alumínio tóxico, boa textura, mas que se tornam altamente produtivos, corrigidos quimicamente.
        A fertilidade natural do nosso solo é algo impressionante.
        Não sei se vc tem conhecimento agronômico , mas vão alguns informes.
        Aqui na Garça Branca, já se cultivam os solos há uns 50 anos.
        Nunca se usou fertilizantes químicos.
        Claro que a produtividade vai aumentar exponencialmente, se usarmos. Mas as invinstancias climáticas dificultam o uso.
        Nosso Ph fica em torno de 7,0, Potássio acima de 125 m.eq., Fósforo em torno de 15 ppm, não temos Al tóxico.
        O segredo? A rocha matriz que originou nossos solo é o basalto, temos mineração de fósforo que foi explorado a céu aberto por uma empresa que levava a matéria prima para Barreiras. (Galvan)
        Para completar, também estamos em Cima de uma grande mancha de rocha calcária.
        Passamos por um periodo de 7 anos de seca, o que praticamente dizimou o plantio de feijao sequeiro.
        Nosso forte é a irrigação de cibola, cenoura, beterraba, tomate, etc.
        Usamos água de poços profundos que com a sêca, rebaixou o lençol freático.
        Tempos atrás, retirava- se água em abundância de cacimbas ( 50 palmos ,de profundidade, com o diz o sertanejo)
        Hj buscamos água a 150, 200 metros de profundidade.
        Ai sim, nas áreas irrigadas, ys vamos fertilizantes e batemos recordes de produtividade e de qualidade.
        É só perguntar para o quitandeiro de onde vem a beterraba, a cenoura ou a cibola. Se for bem informado, vai te falar que Recife é abastecido em grande parte pelo Sertão de Irecê, concorrendo fortemente com o Vale do Velho Chico.
        Assim são nossas terras.
        Nosso abubo, é a chuva benfazeja e a coragem e o braço forte do sertanejo Ireceênse.
        Um cordial abraço

        • Caro Welinton, cada dia que passa fico feliz por ter nascido nesta terra brasileira, tão farta em recursos. Fico feliz também por frequentar estas plagas do JBF, onde minha sede de cultura é saciada a cada dia.

          Seja feliz aí em Irecê, e que a principal praga que os atinge, o PT (esta destrói tudo onde pisa) seja extinta destas partes.

          Um bom FDS

  2. Do Rei do Gado: Brasil acima de tudo. Deus acima de todos.

    Pastores terrivelmente evangélicos, citando os dez mandamentos do Deus acima de todos, ensinam: Não matarás. (Êxodo 20:13)

    Já muitos caras, que falam em Deus e se dizem pessoas de bem,defendem o uso de fuzil, guilhotina ou outros meio para extermínio do outro (do próximo).

    Aí eu te pergunto: Qual será o Deus dessa gente?

    • Valter, gado vai para o abatedouro sem reclamar. Não é o caso do povo de Deus.

      Realmente Deus diz: “não matarás”, Também diz que é lícito defender a si e aos seus. Deus inclusive protegeu seu povo em guerras.

      Logo não me venha com chorumelas de que não cabe ao cidadão defender sua vida com as armas que estiver à sua disposição no momento em que um criminoso vier tirá-la.

  3. Abençoada chuva.
    Abençoados plantadores.
    Abençoada terra chamada Brasil.
    Welinton, Irecê, Bahia.
    De todos os recantos, encontros aqui no JBF.
    Bom demais.

  4. Gratíssimo Schirley,

    Neste País onde uma ínfima parcela pensa que produzir é crime, onde só pode produzir se for ” pequeno ” ou ” familiar “, como se alimentassem apenas de palavras vãs, de ódio, de discriminação, talvez uma pontinha de inveja pelo progresso material
    conseguido com muito trabalho e suor, por nós , produtores rurais ( seja de que ” tama nho” for ) , LER tua bênção é um alento e um estímulo.

    Apesar do esgar destes poucos, vamos continuar no sagrado processo de produzir COMIDA, alimentando brasileiros e outros tantos, UM BILHÃO DE PESSOAS mundo à fora, segundo a CNA ( Confederação Nacional da Agricultura).
    Grato,mais uma vez Schirley, gratíssimo.

Deixe uma resposta