UMA GLOSA

Mote deste colunista:

Se eu escapar desse virus
Morrerei fazendo amor

Essa tal de quarentena
Está me deixando louco
Estou no maior sufoco
Tô pagando a maior pena
Desliguei minhas antenas
Para me desligar da dor
Trancafiado como estou
Para mim é um martírio
Se eu escapar desse vírus
Morrerei fazendo amor

2 pensou em “UMA GLOSA

Deixe uma resposta