PEDRO MALTA - REPENTES, MOTES E GLOSAS

A talentosa dupla de cantadores Rogério Menezes e Chico Alves em duas cantorias:

O açude Tá cheio, o chão molhado

* * *

Desafio em Galope a Beira-Mar

* * *

DICIONÁRIO DE PARAIBÊS – Vicente de Campos Filho

Todos sabem no Brasil
Que o idioma é português
Assim como lá na França
Todos falam o francês
Por isso, na Paraíba
Falamos PARAIBÊS.

Quem não tem dinheiro é LISO
Quem é rico é ESTRIBADO
Não ter como cair morto
É ser LISO E LASCADO
Quem não dá sorte é PÉ FRIO
Quem tem sorte é CAGADO.

Axila é SUVACO
Cisco no olho é ARGUEIRO
Longe é LÁ NA CAIXA PREGO
Matuto é BERADEIRO
O alcoólatra é PINGUÇO
Mas também é CACHACEIRO.

Um mal cheiro é uma CATINGA
Também pode ser INHACA
Na axila é SUVAQUEIRA
Quem fecha um botão ATACA
Quem se vai PEGA O BECO
Quem entra em casa EMBURACA.

Longe é a BAIXA DA ÉGUA
O ali é ACULÁ
Devagar é SÓ NA MANHA
Correr é DESIMBESTAR
O de cima é o de RIBA
Botar no chão é ARRIAR.

Mulher bonita é VISTOSA
Mulher feia é CANHÃO
Quem se zanga DÁ A GOTA
Quem dá bronca DÁ CARÃO
Menino que anda lento
OH… MENINO REMANCHÃO!

O otário é MANÉ
O malandro é MALAQUIA
Estar com pressa é AVEXADO
Dizer: “Vem logo” é “AVIA”
E quem se espanta com algo
Diz assim: “AFF MARIA!”.

Caprichar é DAR O GRAU
Mal feito é ARRUMAÇÃO
O que é bom é ARRETADO
O medroso é CAGÃO
Pessoa boa é FILÉ
E puxa saco é BABÃO.

Briga grande é ARRANCA RABO
Briga pequena é ARENGA
Problema grande é BRONCA
Na justiça é PENDENGA
A mulher virgem é MOÇA
Mulher da vida é QUENGA.

Mulher grávida é BUXUDA
E parir é DESCANSAR
Falar alto é DAR UM BERRO
Falar baixo é COCHICHAR
Quem se cala FECHA O BICO
Confessar é DESEMBUCHAR.

Conversa mole é ARESIA
Escapar é ESCAPULIR
Precisar é CARECER
Dar risada é SE ABRIR
Desistir: PEDIR PINICO
Torcer o pé: DESMENTIR.

Quem mora pra lá de longe
Mora na CAIXA BOZÓ
O barulho é ZUADA
Homem brabo é MORORÓ
E quem nunca se casou
Já FICOU NO CARITÓ.

Mulher é RABO DE SAIA
O sem valor é FULEIRA
O chifre chama-se GAIA
Diarreia é CAGANEIRA
O rapaz que tá solteiro
Tá SOLTO NA BAGACEIRA.

O termo “entendeste?” é “VISSE?”
Consertar é EMENDAR
“Me admira” é “SOXTÔ!”
Dedurar é ENREDAR
Molho de carne é GRAXA
Dar um encosto é TRISCAR.

Frango assado é GALETO
Dar aperto é ARROXAR
Puxa saco é XELELEU
Folgar mais é AFROXAR
Pedaço de pedra é XEXO
Passar ferro é ENGOMAR.

Quem tem raiva é ENFEZADO
Quem não escuta é MÔCO
O pão-duro é AMARRADO
O botão de som é PITOCO
Pernilongo é MURIÇOCA
Resto de lápis: COTOCO.

Demorar-se é CUSTAR
Até logo é INTÉ
Regar a planta é AGUAR
Cambalhota é CANGAPÉ
Comprimido é CACHETE
Forró é ARRASTAPÉ.

O arrogante é BESTA
Apertado é ACOCHADO
Sandália é ALPERCATA
Com folga é AFOLOZADO
Tumulto é FUZUÊ
Escondido é ACOITADO.

Sujeito medroso é FROUXO
Destemido é ARROXADO
Rapaz alto é GALALAU
Tímido é ENCABULADO
Homem alto é VARAPAU
Homem bobo é ABESTALHADO.

Confusão grande é MUÍDO
E folgado é FOLOTE
Desbotado é FRANGOTE
Grampo de cabelo é FRISO
Bando de ladrão: “MAGOTE”.

O assanhado é ENXERIDO
Se assanhar é SE ENXERIR
A flor chama-se FULÔ
O fecho ecler é RIRRI
Sapo grande é CURURU
Deflorar moça é BULIR.

Correr é DAR UMA CARREIRA
O cismado é ESCABRIADO
Coisa ruim é FULERAGEM
Se não presta é DERRUBADO
O pedinte é ESMOLÉ
Cansado é ESTRUPIADO.

Palavrão é NOME FEIO
Vigiar é PASTORAR
Enganar é DAR UM MIGUÉ
Rir dos outros é MANGAR
Fofoca chama FUXICO
Persistir é PELEJAR.

Dar a volta é ARRUDIAR
Malandro junto é CAMBADA
Gente sem classe é MUNDIÇA
Porrada é CIPUADA
Ousadia é CABIMENTO
E cuspida é GOIPADA.

Passar vergonha é VEXAME
Pessoa inquieta é DANADA
Abóbora é JERIMUM
Fácil é BRONCA SAFADA
O mal-estar é GASTURA
Dose da cana é LAPADA.

Sanitário é APARÊI
O GALEGO é todo louro
O bombom chama CONFEITO
Chifre é CHAPÉU DE TOURO
Dizer: “venha” é dizer: “CHEGUE”
Namorar é FURAR O COURO.

Do homem que é mulherengo
Diz-se que é RAPARIGUEIRO
Tudo que é ruim é PEBA
Dirige mal é CANGUEIRO
Toda planta é PÉ DE PAU
Todo último é DERRADEIRO.

Zangado é TÁ COM A BIXIGA
A nuca chama CANGOTE
Do bobo diz-se que é LESO
Dar cascudo é COCOROTE
Estourar é DAR PIPÔCO
Dar um pulo é DAR UM PINOTE.

Perna fina é CAMBITO
Perna aberta é ARREGANHADO
Perna torta é CAMBOTA
Perna em cima é ESCANCHADO
Perna desigual: ZAMBETA
Não rimar é PÉ QUEBRADO.

Olho aberto é ARREGALADO
Amalucado é DOIDIM
Água com açúcar: GARAPA
E sacolé é DIM-DIM
Zombar de alguém é ZONAR
E frescura é PANTIM.

É assim mesmo que se fala
Na Paraíba da gente
E se quiser aprender
Mostre que é CABRA QUENTE
Mostrando admiração
Comece dizendo: “OXENTE!”.

Deixe uma resposta