DEU NO JORNAL

Com ou sem eleição, a Justiça Eleitoral custa mais de R$ 9,8 bilhões anuais ou R$ 27 milhões por dia.

E 65% vão para o sumidouro de salários altos e penduricalhos idem.

Sobram razões para acabar essa sangria, que torrou meio bilhão de reais na sede suntuosa do TSE em Brasília.

Ainda não se vê no horizonte da Câmara a extinção da Justiça Eleitoral, uma jabuticaba que só existe no Brasil,

* * *

O custo da Justiça Eleitoral não é nada se comparado a outro desastre.

O pior não são os 27 milhões diários que saem dos bolsos dos contribuintes.

A desgraça mais pavorosa do TSE é ser presidido por Boca de Veludo.

Isso sim, é um espetáculo horroroso para este nosso país surreal.

4 pensou em “UM QUADRO TENEBROSO

  1. O nosso Editor está certo. Pelo menos se esta Justiça Eleitoral cumprisse seu papel já estava bom.

    Com as manipulações que provavelmente são feitas, a nossa democracia vai para o brejo e os ladrões de sempre são eleitos. Isso é o pior.

    Péssimo é ver uma senadora Juíza Selma (corretíssima) ser afastada em 6 meses (tempo recorde) pelo TSE por detalhes ínfimos da campanha, enquanto senadores condenados à cadeia não são afastados.

  2. Em nenhum país existe tribunal eleitoral como no Brasil que tira recursos da Educação, Saúde e Segurança em desfavor do povo.
    São servidores que vivem de inúmeras regalias para eleições à cada dois anos, vivendo em palácios corporativos com salários escorchantes, que poucos profissionais privados ganham atualmente.
    Vamos torcer pelo fechamento desta jabuticaba anacrônica.

  3. FECHA ESSA MEEEEEEEERRRRRRRDDDDDDAAAAAAA AGORA! JÁ!

    Manda esse bando de filhos da puta irem mamar num jumento.

    Aproveita e fecha também a justiça do trabalho e demite os milhares de aspones das procuradorias, corregedorias, controladorias, advocacias, defensorias e por aí vai.

Deixe uma resposta