PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

Mercê de Deus, segundo o panteísmo
a natureza é Deus, assim disperso
no todo e parte pelo sincronismo
das leis do Amor, regentes do Universo.

E Deus é Amor. Está no idealismo
de Spinosa e Platão, no mundo imerso
do espaço-tempo, em meio ao dinamismo
das Esferas, sistema incontroverso.

Deus é o mundo pensando, a sinfonia
da vida, épico poema que exaltamos,
ante o poder da cósmica Energia!

Deus é tudo que existe. Tudo é Deus.
Vibra na ideia, no ar que respiramos,
Desafiando a tese dos ateus!

Colaboração de Pedro Malta

Deixe uma resposta