CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Parece que nossos governadores que receberam do STF, todos os poderes e a tarefa de conduzir as ações para combater a tal COVID, estão fazendo tudo errado.

Diminuem horário do comercio, diminuem o número de veículos dos transportes coletivos e outras trapalhadas.

Se a maioria das pessoas idosas está aposentada, ou não faz mais parte da forca de trabalho, não tem que estar saindo, ou se movimentando, porque começar a vacinação por essa faixa etária?.

A vacinação deveria ocorrer, no primeiro momento, em quem tem de trabalhar, isto me parece o mais lógico, vacinar todos que dependem dos ônibus, dos metros, ou dos trens, nas grandes cidades ou regiões metropolitanas.

Nos demais municípios, comerçar a vacinação em ordem crescente, não em decrescente como está acontecendo.

O Presidente não pode dar essa sugestão, porque isso não iria acontecer nunca e se o fizesse, o STF iria atender algum pedido para impedir.

Eis o que penso, e sou da faixa de risco.

5 pensou em “TARCÍSIO MARTINS – LONDRINA-PR

  1. Caro Tarcísio, buscar coerência em quem tem como meta primeira a derrubada do Governo Bolsonaro é o mesmo que buscar pelo em ovo.

    Só um exemplo: já foi demonstrado em um estudo da FAPESP (órgão de fomento à pesquisa do Estado de SP) que exercer atividades físicas regulares aumenta a imunidade e reduz 35% as internações hospitalares e complicações devido à gripe chinesa.

    O que o mesmo Governo do Estado de SP faz? Manda fechar todas as academias, onde o funcionamento ocorria com todas as medidas sanitárias necessárias para não haver aglomeração. Há de se convir também que quem está doente não vai frequentar uma academia, né?

    Passear na rua ou na praia para adquirir vitamina D do Sol, nem pensar.

    Agora, ficar em casa aumenta a depressão, o que reduz a imunidade e causa maior probabilidade de pegar a doença.

    Eu pergunto, quem é o genocida nesta história?

  2. A vacinação sempre é administrada conforme o risco de doença e/ou letalidade. A mortalidade desta doença é significativa a partir dos 60.
    Veja, algumas doenças só se vacina jovens

  3. No estado de São Paulo já chegamos a 1.200 óbitos num dia, não está na hora de intervenção federal no estado???
    Quando no Amazonas em janeiro chegaram em 100 óbitos todos os jornais e TVs do Brasil pediam a intervenção federal e até o impeachement do Bolsonaro, como se ele tivesse culpa pelos problemas. Agora em SP nenhum orgão da imprensa fala disto.

    Por isto que chama de impressa marrom, é por causa da me5da que publicam ou pior principalmente é a me5da que escondem para receber as 30 moedas.

  4. Antigamente, quando o morticínio e um povo inteiro não era ferramenta de manipulação nas mãos de políticos sanguinários, criou-se um negócio chamado QUARENTENENA.

    Com se verificou que a doença ficava incubada durante uns 40 dias, se as pessoas não morressem da doença naquele período, estavam todos curados e sãos. Livres, portanto, do vírus.

    No caso do COVID, o prazo de incubação é de apenas 15 dias. Sabendo disso, a Nova Zelândia FECHOU TUDO durante 15 dias. Ninguém saiu de casa para nada! Ao final, o país estava livre dessa doença maldita. Quem tinha de pegar, pegou!

    Aqui, neste imenso puteiro de 5a categoria chamado Brasil, interesses econômicos de uma certa rede esgoto de televisão, juntamente com montes de políticos sacanas, promoveram um imenso carnaval e convidaram gringos de todos os lugares do mundo.

    Depois, fizeram uma quarentena meia-boca. Os critérios foram os mais malucos e escrotos possíveis e imagináveis. Deu-se a merda que está aí.

    O país está exangue e os políticos dançando em cima do cadáver.

    Eloi, Eloi, lama sabactane!

Deixe uma resposta