5 pensou em “SÓ EM BANÂNIA MESMO…

  1. Além do absurdo da notícia, temos um problema sério na imprensa nacional. Já notaram que os jornalistas/estagiários colocam todos os verbos no presente. A Veja diz que o STF “prepara” supresas em fevereiro.
    Pergunto: uma coisa que acontecerá em fevereiro não obrigaria o verbo a ser conjugado no futuro?
    Será que o jornalista é mais um discípulo do Paulo Freire?

    Se o jornalista quis dizer que “estão preparando” então temos mais um problema que é o vazamento de informações do supremo o que é mais grave ainda.

    • Caro comentarista, o verbo é no presente mesmo, pois a coisa (a preparação) está acontecendo agora e será levada a cabo em fevereiro, na volta do recesso.

      Quanto ao vazamento da “notícia”, ora, não sejamos ingênuos. Ministros do STF (Facchim, Moraes, Barroso, Lewa, Tóffoli) são a maior força de oposição ao atual governo. O contato deles com a velha mídia é quase institucional.

  2. Alguém ainda tem dúvidas de que a atual composição do STF em sua grande maioria é a maior força de oposição ao PR? Que eles farão de um tudo para que Bolsonaro não se reeleja agora em 2022?

    Qualquer coisa que Bolsonaro fizer, quando se encontrar com a população, motoceatas, manifestações de rua como 07/09/2021, tudo isso vai ser entendido como campanha antecipada e irá ser motivo para o STF tentar impugnar a campanha da reeleição. Com certeza a live de 5ª feira será suspensa.

    O Manguaceiro de 9 dedos cansou de fazer isso em 2006 e 2010. Em 2006 era palanque todo dia exposto no JN (era relevante à época). Em 2010 inaugurava até poste de rua (e levava seu poste Dilma junto). E tome discurseira com 3 minutos de exposição no JN.

    Me lembro uma vez em 2010 que ele fez uma discurseira ao lado do Lewandowiski e disse que não poderia falar mais, pois senão seria advertido pelo então presidente do TSE ao seu lado. Os Ministro deu uma risadinha constrangido ao seu lado e ficou nisso.

    Agora são outros tempos.

  3. Vão em 2022 pro tudo ou nada. E se nada der certo vão pra fraude nas urnas. Tudo já está preparado. Lembremo-nos: “É uma questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”.

Deixe uma resposta