SEBASTIÃO CÉSAR AGUIAR VALE – CRATEÚS-CE

Meu caro Berto.

Sei que não sou o primeiro candidato a ganhar o livro 100 Dúvidas de Português, de autoria de Marcos Mairton e cortesia desta gazeta escrota e fubânica.

Mas sou candidato natural porque, por minha causa ela passeia todos os dias na internet, COMPARTILHADA na minha página GAZETA DO CENTRO OESTE, no Facebook.

Temos muita coisa em comum: você pernambucano e eu cearense dividindo o território do Cariri e rezando pro mesmo Santo – o Padre Cícero.

Sem contar que comungamos das mesmas idéias.

Deixo de botar certas coisas, por medo de ser censurado; refiro-me ao Jumento Polodoro sempre pastando e sempre à espera da Gleisi Hoffman ou da Maria do Rosário.

Moro na cidade de Crateús, pleno sertão, onde por 21 anos editei a Gazeta do Cento-Oeste. Quando não deu mais para aguentar, eu mudei para a internet.

Tenho também um blog e gostaria que visitasse: BLOG DO CÉSAR VALE.

Para acessar, basta clicar na imagem abaixo:

Mais coisa tenho a dizer: que sou um cearense bem pernambucano, conhecedor de Senhor Pereira e Lampião. Tenho uma porrada de livros sobre o Cangaço, inclusive a obra do Padre Frederico Maciel, em 6 volumes, Serrote Preto, além das principais biografias de Padre Cícero.

Observo que o amigo labuta com um pessoal linha, Nêumanne Pinto, Percival, Augusto Nunes e outros tantos.

Para resumir, quero dizer que no meu pequeno acervo eu tenho o Lunário Perpétuo e a Missa Abreviada, livros do Conselheiro, uma Crestomatia de 1937 e outras raridades.

Como já estou com 80 anos e não tendo pra quem deixar, posso até me dispor de muita coisa.

Meu caro Berto, finalmente quero declarar meu apreço por você, pelo Polodoro e pela cachorra Xolinha.

Muito prazer em conhecê-lo e receba meu abraço.

R. Meu caro, é um privilégio ter um leitor do seu quilate.

Confesso a você que fiquei ancho que só a peste!

Entrei na sua página e recomendo aos nossos leitores que também passem por lá. Vale a pena.

Um espaço ótimo, com muita informação e editado por quem conhece do ofício. Parabéns pelo seu excelente trabalho.

Fiquei imensamente feliz de saber que você compartilha o JBF diariamente na sua página do feissibuqui.

Muito grato pela força e pela audiência.

Quanto ao fato de você dizer que “deixo de botar certas coisas, por medo de ser censurado“, informo que não existe qualquer censura ou restrição nesta gazeta escrota.

Raramente, muito dificilmente, eu interfiro em algum texto ou comentário, quando trazem uma ofensa pessoal muito grave ou algum assunto inconveniente.

No mais, pode mandar o cacete!!!

A bronca aqui é livre.

Quanto ao livro que você solicitou, de autoria do nosso estimado colunista Marcos Mairton, informo que mandei pra ele o seu endereço postal.

Ele já me respondeu e informou que o seu exemplar vai ser entregue pelo correio nos próximos dias.

Aguarde.

A dupla Xolinha e Polodoro ficou imensamente feliz com a referência que você fez aos dois.

Xolinha chega arreganhou a tabaca de tanta alegria.

E Polodoro soltou um demorado relincho de agradecimento.

Ele continua de pajaraca envaselinada, ansioso pra cruzar com Gleisi, com Maria do Rosário ou com qualquer outro petista descerebrado (desculpe a redundância…)

Disponha sempre e mande as ordens.

Paz, saúde, felicidade, longa vida, abraços e um excelente final de semana!!!

Deixe uma resposta