CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Editor Berto:

O cerco a Bolsonaro pelas jornaleiras da grande mídia extremista está mesmo implacável.

Veja só que time da porra:

Catarrentede, Barângamo,  Cheirazade e Cagalhães

E quanto mais elas batem, mais o Mito cresce.

KKKKKKK

R. Cara leitora, confesso que morro de inveja da grande mídia banânica.

Faço tudo pra baixar o nível desta gazeta escrota, mas não consigo nunca chegar ao nível de imbecilidade desta patota.

Uma imbecilidade que cresce de modo impressionante a cada dia que passa.

Me dá uma tristeza profunda e eu fico muito frustrado, morrendo de inveja.

Agora, aqui entre nós: as bananas dadas por Bolsonaro cada vez que escuta uma pergunta cretina, ainda estão bem pequenas.

Bem miúdas em relação ao tamanho imenso do besteirol que as redações banânicas cagam o tempo todo, o dia inteiro.

São bananas bem menores que o tamanho da imbecilidade dos jornalisteiros.

Veja só o Troféu Banana que vou remeter pro Presidente, como sugestão pra condecorar os tabacudos da grande mídia extremista deste país:

2 pensou em “RITA DE CASSIA – PALMAS-TO

  1. Berto, que tal o COMPLEXO MIDIÁTICO BESTA FUBANA instituir este “belo trofeu” mensalmente aos mimizentos jornalistas de porta de palácio?.Em tempo: todo o processo de votação/entrega seria virtual, vai que alguns deles resolvem sentar em cima da banana!

  2. Excelente ideia.

    E sugiro que seja feita do plástico mais vagabundo.

    Um plástico xing-ling, por exemplo.

    Para simbolizar, ao “agraciado” (ele, ela e/ou x “sou-não-sou”) , que o merecimento não vale mais do que isso.

    A dxs “sou-não-sou”s, naturalmente, será bem maior – e devidamente vaselinizado, para que os/as xs se satisfaçam, plena e emergencialmente – na falta de uma pajaraca real, nos anseios e preferências buracais delxs, isto é, para auto- e/ou inter-introduções furicais e/ou bucetais.

Deixe uma resposta