FRED MONTEIRO - MASCATEANDO

Em abril de 1991, lá se vão dez anos, publiquei no blog SeteInstrumentos um vídeo que editei a partir de um segundo vídeo que havia assistido. Tratava-se de uma tradicional dança de quadrilha do noroeste americano, movida a um trio de rabeca, banjo e percussão, com casais de jovens dançando na maior animação.

Achei uma interessante semelhança com os passos da nossa quadrilha nordestina, justamente no polo geográfico oposto ao daquela: ou seja, uma no NORDESTE brasileiro, outra no NOROESTE americano.

E hoje, abrindo um vídeo maravilhoso que recebi pelo Zap, tive o prazer de ver o grande dançarino FRED ASTAIRE mandando ver num forró miudinho bem dançado (não num tijolo só, mas num salão de baile daqueles cinematográficos).

E quem acompanhava esse casal batuta de dançarinos?

Um trio de forró da gota serena de bom, acompanhando uma das nossas forrozeiras de fé a cantar FEIRA DE MANGAIO, do saudoso Sivuca.

Achei interessante e mando pra essa a nobre platéia do melhor portal cultural do Brasil e quizás, quizás, quizás, do Universo conhecido, esta nossa Gazeta que não tem nada de Escrota!!

Curtam aí, comentem, inscrevam-se no canal e ativem o sininho… (PUTZ, o que não faz essa lavagem cerebral webiana com a gente..) deixa pra lá.

Mas, curtam !


8 pensou em “QUADRILHA E FORRÓ, LÁ E CÁ

    • Oi Pablo ! Sensacionais mesmo são esses pés-de-valsa que eu invejo por ser desajeitado pra caramba na arte da dança. Principalmente meu xará, que bem podia ter nascido aqui pra nos orgulhar um pouco mais (orgulhosos que somos!).
      Obrigado pelo comentário !

    • Eita Gonzaga, levaste a sério mesmo. Meu neto de 4 anos de tanto ouvir aquela cantilena no youtube (ele gosta de jogo de pião moderno .. o tal BEYBLADE.. aí fica dizendo que vai fazer um canal de beiblade quando crescer mais um pouquinho. Só que o bicho é gozador. E em vez de aperte o sinimho diz “solte um punzinho”.. É o Joaquim, que chamamos carinhosamente de Joca. Eu, como avô gozador também, às vezes o chamo de JOCA MALOKA. kkkkkkk

    • Homi, que é um minino, / que tem esse nome lindo / de quem nos doou a Luz/;
      Num sô ainda um fantasma/ mas juro que apareço/ ô meu amigo JESUS !
      infelizmente, meu caro poeta, estou numa fase de pouco tempo, muito menos do que eu gostaria, pra que pudessemos voltar àquelas pelejas boas que fazíamos por aqui. Essa interação que a gente tinha me faz falta e eu até tô perdendo o jeito de versejar. Abraço forte, amigão !

  1. Um cabra com cara ocidental, nome americano e brasileiro nordestino nos brinda essa beleza de mistura do Forró com o sapateado americano e reflete sobre as relações musicais, talvez culturais…
    Agora há pouco vi no youtube um tango dançado no ritmo do Forró, que é uma beleza de graça..
    Fico honrado em chamá-lo de colega, agora que aparece no JBF como colunista. Ia terminar com “Apareça mais vezes’ , mas Jesus de Ritinha fez primeiro e bem feito como “intimação”, à pessoa que se conhece.
    O que resta a dizer ao colega Fred Monteiro é “Seja e esteja bem vindo”.
    .

  2. Brito, meu camarada. Eu sou velho aqui no JBF.. Mantive uma coluna chamada Mascate das Lembranças e tinha tb o meu blog de nome SeteInstrumentos. Publicava quase diariamente nos dois, mas começou a ficar complicado manter esse ritmo e fui aos poucos deixandode comparecer, deixi meu blog no congelador (muito embora vc possa ter acesso a ele, pois continua vivo, embora não bulindo, no endereço fredcrux.blogspot.com
    MAs um dia desses a saudade bateu e pedi ao nobre Editor, o Papa Berto, que um dia me nomeou Cardeal da Igreja Nordestina sediada nesta maravilhosa gazeta, pra me deixar montar um barraco de lona neste latifúndio da cultura nordestina. Ele não somente permitiu essa VOLTA DOS QUE NÃO FORAM, como providenciou aqui mais um lote que é esse MASCATEANDO, Na medida do possível, vou divagando por aqui minhas maltraçadas.
    Agradeço sua manifestação e mando um abraço apertado !

Deixe uma resposta