CÍCERO TAVARES - CRÔNICA E COMENTÁRIOS

Dr.ª Rosana Jambo e os guardiões do Bem Estar Animal

No dia 6 de outubro de 2020, no bairro de Bebedouro, em Maceió, um homem de maus instintos, identificado nas reportagens como sendo Maurício Luna da Silva, foi flagrado pelo Batalhão Ambiental e a Comissão de Bem Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB-AL, tentando matar a pauladas seu cachorro de estimação, após tê-lo covardemente atropelado na garagem de sua residência. Puro instinto psicopata.

As cenas da agressão são medievais. Nelas vê-se o animal indefeso sendo atacado a pauladas, inerte aos ataques desferidos, tampouco entendendo por que está sendo agredido. Apenas grita em tom de lamento cada paulada lhe desferida na cabeça pelo seu algoz, que fingia ser seu fiel amigo. A traição vem de onde menos se espera. O ser humano é uma desgraça!

Após as agressões e ter jogado o cachorro semimorto numa caçamba de construção civil cheia de metralhas, a Polícia Militar e o Batalhão Ambiental de Maceió são chamados ao local e prendem o desalmado em flagrante, levando-o à Delegacia e o delegado de plantão o mantém preso até que o Juiz da Vara Criminal, Dr.º Josemir Pereira de Souza lhe decreta a prisão preventiva por se tratar de um elemento que oferece risco à sociedade e aos animais.

Graças à Lei Federal n.º 14.064, denominada Lei Sansão, sancionada sem veto pelo Presidente da República em 29 de setembro de 2020, ‘que visa aumentar as penas de 2 (dois) e 5 (cinco) anos de prisão cominadas ao crime de maus tratos aos animais quando se trata de cão ou gato, com multas e proibição a guarda’, esse pária só não continua a responder pelos maus tratos ao Guerreiro Pretinho, trancafiado, porque um desembargador chinfrim do TJ-AL, tipinho oriundo do quinto constitucional, cagou em cima da decisão acertada do juiz do 1.º grau, que mantinha o desalmado preso e, liminarmente, concedeu-lhe habeas corpus para responder pelo crime de maus tratos em liberdade, contrariando o que diz a lei! Isso é o retrato do Brasil, país da impunidade.

Apesar das pauladas covardes desferidas pelo marginal com um pedaço de madeira, do estouro dos dois olhos, do afundamento craniano, o Guerreiro Pretinho sobreviveu aos maus tratos sob os cuidados da veterinária da clínica Dog Mania, e hoje brinca no quintal da casa de um Anjo da Guarda que o acolheu, dando tchau com o rabo à Dr.ª Rosana Jambo e equipe da Comissão de Bem Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB-AL, que o socorreram na hora certa.

Hoje, o Guerreiro Pretinho, com a gravata que recebeu dos Guardiões do Bem Estar Animal, vive latindo e balançando o rabo, como a dizer: estou vivo, graças a todos vocês que cuidaram de mim, estou enxergando a vida com os olhos do coração.

6 pensou em “PRETINHO – O GUERREIRO CACHORRO

    • Airton,

      Infelizmente o que o nobre comentarista está dizendo é verdade.

      Por que um psicopata desses tem de responder em liberdade por uma canetada de uma desembargador incompetente que concedeu a liberdade liminarmente?

      E não por um colegiado?

  1. Emocionante texto, mestre Cícero.

    Os animais e, em especial, os cães são como membros da família.
    Escrevi sobre a cultura/tradição (?) de alguns povos se alimentarem de cães. Foi um tormento. Mas serviu de alerta, também.

    O texto da sua coluna trás um grande alivio aos que amam os animais e nos da esperança de dias melhores para esses anjos de 4 patas.

    • Obrigado Marcos Cavalcanti pelo acréscimo no comentário que se tornou mais contundente.

      Infelizmente faltou o vídeo que a Dr.ª Rosana Jambo filmou em vários ângulos com o Guerreiro Pretinho cego mas feliz, passeando pelo pátio da Clínica Veterinária onde está sendo tratado.

      Lindo! Muito lindo e comovente.

      O algoz dele infelizmente vai responder civil e penalmente em liberdade, mas teria sido bem pior não houvesse a sanção da lei 14.064/20 recentemente.

      Não pus o vídeo porque me veio no ZAP, e eu não sei como convertê-lo.

  2. Ducaráleo seu texto, mestre Cícero.
    Peguei um pano de prato e estou chorando até agora. Hoje estou muito emotivo. Deve ser a TPM

    Os cães são como membros da família. Possuo três aqui em SBC.

Deixe uma resposta