DEU NO JORNAL

O ministro da Justiça, André Mendonça, abriu inquérito para apurar o crime de incitação ao suicídio, cometido neste final de semana pelos jornalistas Ricardo Noblat e Ruy Castro, na Veja.

Ambos incitaram o suicídio de Bolsonaro, desejando que ele use arma de fogo e mire diretamente no coração.

Os crimes podem custar penas de 6 meses a dois anos de cadeia.

* * *

Acabei de enviar uma mensagem pro Ministro da Justiça dando outra sugestão.

Melhor que abrir inquérito, é abrir os furicos da dupla de jornalisteiros da imprensa funerária banânica.

Uma arrebentação total de pregas seria uma pena justa. Justíssima.

Nosso estimado mascote, o jumento Polodoro já está as ordens para enrabar os dois terroristas da grande mídia militante oposicionista.

Ainda hoje bem cedo, Polodoro deu uma treinada com a sua parceira predileta, a jumenta Nêga Fulô.

Disponha do nosso jegue, sinhô Ministro!

Deixe uma resposta