CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Boa noite amigo Luiz Berto,

ouvir você no programa da Rádio Jornal do Comércio, no sábado passado, foi uma grande alegria.

Todos os dias sou ouvinte desta rádio, começo ouvindo o Bandeira 2 e vou caminhar ouvindo o Geraldo Freire e sua turma.

Aqui na nossa Brasilia a putaria está comendo solta.

As novas insolências de primeira mandato chegaram com uma fome canina por dinheiro.

Deram carta branca para os respectivos lideres para achacar o governo. Tipo ou dá, ou desce.

Só votam se o governo liberar recursos para os municípios que eles indicarem. E cobram propinas que vai de 8 a 15 por cento.

Sem contar que a maioria faz uma pratica que se tornou comum: a famosa rachadinha. Muitos deles ficam todo o dinheiro do salario do aspone.

Só repassam o auxilio alimentação, que é 1200 reais.

Informo que transferi o pixuleco da turma.

Abraço,

R. Caro amigo, mandei duas mensagens pra você e não tive retorno. Você não abre a sua caixa de corrreio eletrônico?

Ou será que o e-mail que tu usa está incorreto? Veja aí, por favor.

O seu pixuleco já está na conta desta gazeta escrota e deixou Chupicleide relinchando de felicidade. Estes doações de vocês leitores são muito importantes pra manter esta gazeta escrota no ar.

Quanto ao Mesa de Bar, fico feliz de saber que você me ouviu e deu audiência às presepadas que foram tratadas no programa..

Quem ainda não ouviu e quiser escutar besteira, é só clicar aqui.

Com referência à putaria no nosso parlamento federal, ninguém melhor que você, que é doutor no assunto e conhecedor dos bastidores, pra nos informar sobre esta roubalheira desses canalhas com mandato.

Apareça por aqui neste verão, meu caro, pra gente matar as saudade daqueles velhos tempos nos botecos da Asa Norte, aí na nossa querida Brasília.

Tu vai tomar duas: uma pra tu e outra por mim.

E eu fico na água mineral!

Deixe uma resposta