DEU NO JORNAL

O senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, se filiou nesta segunda-feira, 31 de maio, ao Partido Patriota.

Flávio deu a entender que seu pai, o Presidente Jair Bolsonaro, também vai se filiar ao mesmo partido.

Flavio Bolsonaro com Adilson Barroso, presidente do Patriota, no ato de filiação

* * *

A Editoria do JBF apurou, junto à assessoria do senador Flávio Bolsonaro, que o  Patriota foi escolhido a propósito.

Isto por conta do chamado “número eleitoral”.

Que no caso do Patriota é 51.

A estratégia é fazer com que até mesmo Lula vote em Bolsonaro ano que vem.

3 pensou em “O NÚMERO FOI DETERMINANTE

  1. Esta definição do Partido ao qual o PR vai disputar a reeleição já está atrasada, pois implica também na definição das alianças que vão ocorrer a partir daí.

    É importante para o conservadorismo liberal que desta vez se elejam pelo menos 100 deputados que estejam fechados com as diretrizes do partido e contra o Sistema Globalista / Socialista que representa o sentido contrário.

    Também há que se encontrar nomes fortes para a disputa dos Estados. P. Ex., é primordial ganhar em SP. Vir com um candidato como o Ministro Tarciso e um candidato a Senador como o Weintraub é garantia de entrar forte na disputa.

    No NE também é necessário quebrar o domínio do PT nos estados, o que parece mais viável, com as conquistas que Bolsonaro tem levado àquela região, especialmente o término da transposição do R. S. Francisco, que o Lulla e o PT deixou para trás, preocupado que estava com o financiamento do porto de Mariel – CU, metrô na Venezuela, aeroporto em Angola e outros desperdícios de dinheiro nosso.

    • Confesso minha fraqueza para mensagem subliminar…

      Não gostei do número, pois irá me levar aos bares da vida para comemorar cada vitória de Jair com a aguardente citada, levando o proprietário da marca a números estratosféricos de venda, prejudicando a concorrência, que terá que abrir falência.

      Já o nome cai muito bem… os PATRIOTAS Sancho, João Francisco e Joaquimfrancisco certamente aprovarão.

Deixe uma resposta