O FRADE E A FREIRA – Benjamim Silva

Na atitude piedosa de quem reza
e como que num hábito embuçado.
Pôs naquele recanto a natureza
a figura de um frade recurvado.

E sob um negro manto de tristeza
vê-se uma freira tímida a seu lado.
Que vive ali rezando, com certeza,
uma oração de amor e de pecado…

Diz a lenda – uma lenda que espalharam –
que aqui, dentre os antigos habitantes,
houve um frade e uma freira que se amaram…

Mas que Deus os perdoou lá do infinito,
e eternizou o amor dos dois amantes,
nessas duas montanhas de granito!

Deixe uma resposta