NOS TEMPOS DO GINASIAL

Comentário sobre a postagem NATALIE COLE & NAT KING COLE

Luiz Berto:

Essa foi pra arrombar, Peninha!

Nat King Cole, meu ídolo, e sua talentosa filha.

O saudoso Amaro Matias, meu professor de Inglês no Curso Ginasial, em Palmares, anos 60, botava a turma toda pra ouvir os LPs de Nat King Cole durante as aulas.

Gratíssimo por esse magnífico presente!

* * *

Nota adicional:

Uma das minhas músicas prediletas, interpretada por Nat King Cole, é Fascination, que está a seguir.

E, para ouvir um álbum completo com várias canções interpretadas por esta grande figura da música americana, clique aqui .

6 pensou em “NOS TEMPOS DO GINASIAL

  1. Agora sim! Agora o Penão me acalmou, pois estava furioso com os hijos de perra citados no texto do doutor Assuero.

    NATALIE COLE & NAT KING COLE juntos? Apenas para quem gosta de música. Sancho passava, quando o governador deixava, pelas ruas de Sampa e seus ouvidos eram perturbados pelo que sempre chamou de ruído infernal que tenta, inutilmente, ser música. Hoje em dia qualquer cantor/cantora de karaokê ganha zilhões fingindo que canta. INFELIZMENTE!!!!!!

  2. Passei a minha infância ouvindo Nat King Cole!!! Meu pai e minha saudosa mãe tinham vários LP´s, que por sinal, agora estão comigo, do Nat!!! A música preferida do meu pai é Blue Gardenia e da minha mãe, At Last!!! Eu gosto de todas!!! Sensacional!!! Isso sim é que é música!!!
    Bebi muito whisky ouvindo Nat King Cole!!!

  3. Amigos, bom domingo.

    Me fez lembrar um colega que dizia que um “DJ” (esta denominação não existia!) na década de 1980, ao anunciar estas música na Difusora da cidade, dizia:

    “E agora o trio, Net, King, Cole!!”

    Isto, no interior da nossa Velha Bahia, acho que Encruzilhadas.

    Sds Vivaldo

  4. Papa Doc do Bem.

    Sem sombra de duvida sublime o grande NAT.

    Mas eu gostaria de rogar a Clemência de Sua Santidade para voltar a postar um relicário de músicas joãninas pois estamos entrando hoje no mes mais nordestino do ano.

    E que ano este de 2020. No calendario chines é o ano do rato
    E deve ser mesmo pois vivemos intocados. Estocamos alimentos. Quando vemos pessoas corremos.
    E a Policía ja andou predendo alguns espécimes por furtos…
    E quase ninguém está se lembrandodas festas juninas.
    De forma que o forró poderia quem sabe avicar nossa alma esquecida e acabrunhada por tudo o que estamos vendo ouvi do e vivendo.

Deixe uma resposta